Trabalho realizado por professora e estudantes do curso de direito da UFMT/CUA leva orientação jurídica à população de Barra do Garças (MT)

Direitos sociais

Agência Focaia 
Reportagem
Barbara Argôlo

    Foto: rede social
Acadêmicos do projeto jurídico em visita a escola pública Heronides Araújo, levando informações aos estudantes e Barra do Garças.

Alunos do curso de direito da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia realizam trabalho sobre o “Saber Direito: Ações cidadãs em Barra do Garças” com visitas a escolas municipais e estaduais de Barra do Garças (MT), com o objetivo de ampliar o conhecimento jurídico e experiência prática dos estudantes. Além de prestar serviço social à comunidade através de palestras e de assistência jurídica gratuita.  

O projeto fundado em 2016 é coordenado pela Professora Larissa Lauda Burmann, com auxílio de quatro estudantes bolsistas. Compõe o grupo de atividades cerca de 40 acadêmicos aproximadamente, participando das atividades jurídicas voltado para a sociedade.   

Segundo Roberta Nascimento Oliveira, aluna do curso de direito da UFMT/CUA, participante do projeto, “a ideia propulsora foi a percepção social de que a população de Barra do Garças é extremamente carente, principalmente, de informações”. Nascimento acrescenta que os acadêmicos da UFMT/CUA podem “servir à sociedade”, alcançando cada vez mais pessoas, mudando a realidade social da cidade.

Atividades

O grupo de acadêmicos realizam palestras em escolas, igrejas, centros espíritas da região, levando à população barra-garcense, informação jurídica sobre os direitos da criança e do adolescente, como guarda, pensão alimentícia, medidas socioeducativas, direito à imagem, em especial quanto as redes sociais, além de elucidar sobre outras questões.  

Ao final das palestras há espaço aberto para manifestação da população presente, tirar dúvidas e, havendo necessidade, levar casos indicados ao Poder Judiciário com acompanhamento do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da Universidade.

Além das palestras e assessoramento jurídico, faz parte das atividades do grupo de trabalho promover ações sociais com as entidades locais, como Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), o Lar da Providência na cidade de Aragarças (GO). 

Roberta Oliveira afirma que a aceitação do projeto “é muito grande e podemos perceber que a sociedade de Barra do Garças necessita de mais ações com o mesmo intuito do nosso projeto universitário, de modo que estejam mais instruídos quanto aos acontecimentos do cotidiano” argumenta a estudante.

Comentários