Núcleo de Produção Digital da UFMT Araguaia recebe novos equipamentos

Produção audiovisual

Agência Focaia
Redação
Giulia Sacchetti

      Foto: Ascom NPD
Parte dos equipamentos recebidos no Núcleo de Produção Digital da UFMT Araguaia 

O Núcleo de Produção Digital (NPD) da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA) recebeu na manhã da última sexta-feira (2) novos equipamentos, concedidos pelo Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria de Audiovisual, para estimular as produções audiovisuais na região do médio Araguaia.

Segundo o professor e também um dos coordenadores do projeto, Gilson Costa, os equipamentos recebidos foram cedidos, a título de doação, pelo MinC, foram utilizados, em um primeiro momento, no projeto Cinema no Mato, realizado em cinco municípios do estado de Mato Grosso (Barra do Garças, Primavera do Leste, Poconé).

“Quando o projeto terminou, em 2017, era obrigação dos realizadores devolverem os equipamentos para a União já que foram comprados com dinheiro público, ou outra instituição pública que fosse indicada pelo Ministério da Cultura. Como o NPD/UFMT é um Núcleo que possui um certo destaque entre os demais, acabou que fomos indicados pelo próprio Ministério” explica Costa.

Entre os equipamentos recebidos estão duas câmeras com conjunto de lentes, três computadores IMac, equipamentos de iluminação, captação e gravação de áudio e imagens, destinados para a produção audiovisual e cinematográfica.

Os Núcleos de Produções Digitais são espaços que promovem diversas atividades de formação audiovisual como cursos, oficinas, mostras e palestras. Estimulando o acesso ao conhecimento, aperfeiçoamento técnico e produções independentes.

Costa também lembra que em novembro de 2017, participaram de um encontro nacional dos NPDs. Na ocasião houve apresentação das propostas de trabalho. “Foi bastante elogiado e quando falamos que o projeto sobrevive com 800 reais/mês - duas bolsas de estudantes, eles ficaram admirados e, em certa medida, ficaram mais sensíveis com as dificuldades que enfrentamos. Assim, fomos contemplados com os equipamentos, que já foram usados, mas estão em perfeito estado de funcionamento” conta.

Produções 

Desde a sua implementação em 2014, o NPD vem realizando um conjunto de trabalhos significativos. Como trabalho mais relevante, destaca-se a Série Televisiva Ser Tão Araguaia (2015), composta por cinco episódios de 13 minutos cada, que inclusive já foi veiculada em TV aberta, em diferentes regiões, como TV Assembleia de Mato Grosso e TV Universitária.

Ainda há o documentário "Xavante: memória, cultura e resistência", realizado em parceria com o povo Xavante, na aldeia Namunkurá (140 km de Barra do Garças). Este último já foi exibido em três diferentes países (Brasil, Chile, Argentina), participou de vários festivais e ganhou o prêmio de melhor documentário, melhor trilha sonora e melhor montagem, no festival FestCine Amazônia, no ano de 2017.

Comentários