Criança nasceu menino, mas sente-se menina, segundo a mãe.
Certidão com mudança de sexo foi emitida na quarta-feira (9).


Do G1

Cesar Cigliutti, presidente da comunidade homossexual argentina (à direita) beija a mãe de uma criança de 6 anos, que recebeu uma certidão de nascimento alterada  (Foto: Victor R. Caivano/ AP)Cesar Cigliutti, presidente da comunidade homossexual argentina (à direita), beija a mãe de uma criança de 6 anos que recebeu uma certidão de nascimento alterada (Foto: Victor R. Caivano/ AP)
Uma criança argentina de 6 anos, que nasceu menino mas sente-se menina, recebeu na quarta-feira (9) uma nova certidão de nascimento com uma identificação na mudança de sexo.
A mãe revelou à imprensa local em Buenos Aires que agora o novo nome de seu filho é Luana ao invés de Miguel. Depois de receber os documentos, ela agradeceu a todos aqueles que, em suas palavras, "confiaram na identidade da filha" e "respeitaram os seus direitos".
Entenda o caso.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.