Jornal gaúcho lança novo gênero: "Jornalismo Zero"

Obs. do blogueiro: Ao publicar manchete com base em falso depoimento, Jornal Zero Hora contribui com farsa e inova no gênero jornalístico: lança o Jornalismo "zero" em ética, "zero" em investigação, "zero" em informação. Leia a matéria abaixo, publicada no site Jornalismo B:


Zero Hora reproduz encenação de agressão e cria clima tenso na ocupação da Câmara de Porto Alegre

A ocupação da Câmara de Vereadores de Porto Alegre pelo Bloco de Luta pelo Transporte Público, que vinha desde a tarde de quarta-feira de forma tranquila e dialogada, foi tensionada no fim da tarde desta sexta graças a uma crise construída através de matéria do site de Zero Hora. O presidente da Câmara e integrante da base do governo José Fortunati (PDT), Thiago Duarte (PDT), disse ter sido agredido após ter se colocado no meio de uma pequena confusão entre manifestantes e um fotógrafo da Câmara.
O vereador disse ter sido agredido, e Zero Hora – que desde o início tem se mostrado contrária ao movimento e que não tem seus repórteres aceitos dentro da ocupação – estampou imediatamente na capa de seu site: “Manifestantes agridem presidente da Câmara de Porto Alegre e um fotógrafo”. Um vídeo do Coletivo Catarse (ainda não disponibilizado por questões de segurança), porém, não mostra nenhuma agressão. Após saber da existência do vídeo que derrubava a farsa, a manchete foi modificada e tirada de destaque. Passou a dizer: “Presidente da Câmara de Porto Alegre e fotógrafo dizem ter sido agredidos”.
Foto: Alexandre Haubrich / Jornalismo B
Foto: Alexandre Haubrich / Jornalismo B
Mas aí o estrago já estava feito. Zero Hora não pode ouvir os manifestantes porque os manifestantes não falam com Zero Hora. Mas isso não significa tomar a versão de uma parte como verdade absoluta. Foi o que aconteceu. E com essa postura de Thiago Duarte e Zero Hora foi criada a crise que a direita, representada aqui pela Prefeitura e por sua base parlamentar, tanto queriam para forçar uma ação de reintegração de posse e a expulsão, pela Brigada Militar, das centenas de manifestantes. O prazo para a reintegração foi estabelecido – meia noite e meia – e os manifestantes, em grande Assembleia, decidiram permanecer.
A uma repórter de ZH foi feita uma proposta: o vídeo seria mostrado a ela, ela gravaria um depoimento dizendo o que viu. Ela topou. A Assembleia Popular do Bloco topou. O editor de Geral, Rodrigo Lopes, vetou o depoimento.
São centenas de militantes que ocupam a Câmara desde quarta-feira com pautas muito claras: passe livre municipal para estudantes e desempregados, abertura das contas das empresas de ônibus, quebra do sigilo fiscal dos donos dessas empresas e indicativo de transporte 100% público. As respostas até aqui têm sido insatisfatórias. Há várias crianças na ocupação, que tem sido absolutamente respeitosa com o patrimônio da Câmara, conforme fora combinado. Para o fim de semana estão previstos seminários, com palestras e debates para formular um grande plano de transporte público para Porto Alegre. Mesmo assim foi criado um clima bélico. Se algo grave acontecer nas próximas horas a responsabilidade será de quem criou esse clima: o vereador Thiago Duarte e o jornal Zero Hora.
*Leia abaixo a nota divulgada pelo Bloco de Luta a respeito do assunto:
Em resposta ao que o site do jornal Zero Hora publicou na tarde desta sexta-feira, com base em falso depoimento do vereador e presidente da câmara Thiago Duarte (PDT), o Bloco de Luta vem a público esclarecer os fatos realmente ocorridos:
1 – Antes de mais nada é fundamental deixar claro que não houve NENHUMA AGRESSÃO FÍSICA a Thiago Duarte nem ao fotógrafo da Câmara Elson Sempé. Temos imagens que comprovam nossa versão.
2- Queremos também repudiar a jogada política que tenta sabotar a ocupação que mantemos organizados na Câmara desde quarta-feira. Sairemos daqui com as nossas reivindicações atendidas, e não através de pressões criadas por mentiras.
3- Não houve NENHUMA tentativa de invasão da TV Câmara por parte dos manifestantes conforme está veiculado nas grandes mídias. Bem pelo contrário, a ZERO HORA mais uma vez está nos filmando sem autorização. Vale lembrar que aqui na ocupação estamos fazendo a cobertura através das mídias alternativas.
BLOCO DE LUTA PELO TRANSPORTE 100% PÚBLICO
12 JULHO DE 2013.


=================================================================

VEJA TAMBÉM O VÍDEO Desmascarando a manipulação da Globo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.