Redação Comunique-se


Colunistas brasileiros estão divididos com relação à visita da blogueira Yoani Sánchez ao Brasil. Enquanto alguns enaltecem a liberdade de expressão, outros afirmam que a cubana tem o apoio do “imperialismo americano”. As manifestações que ocorrem desde segunda-feira, 18, também são temas abordados pelos formadores de opinião. Os protestos são defendidos, principalmente, por jornalistas que querem saber a origem do dinheiro que banca as viagens da cubana. Critica-se, por outro lado, a forma como as abordagens são feitas e a agressividade dos atos.

Blogueiro da Veja.com, Reinaldo Azevedo classificou-se como “cansado” ao ver na mídia que as manifestações contra Yoani têm dois lados – os favoráveis e os contrários. “Apoiar alguém que tem o direito de falar e impedir o exercício desse direito não são posturas análogas opostas. Não é legítimo nem legal impedir que o outro fale”.

A favor dos protestos, o repórter e colunista da Carta Capital, Leandro Fortes, critica que foi um erro impedir a exibição do documentário “Conexão Cuba-Honduras” em Feira de Santana (BA). Ele, entretanto, concorda com os manifestantes quanto a questionamentos sobre o financiamento das viagens da blogueira e cita que nenhum veículo de comunicação está interessado no assunto. “Nem a Folha de S. Paulo, que até em batizado de boneca do PT pergunta quem pagou o vestido da Barbie, parece interessada nesse assunto”.
Avener_Prado_Folhapress
Yoani foi recebida pela imprensa ao chegar no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo
(Imagem: Avener Prado/Folhapress)


Veja o que colunistas escreveram ao longo da semana:

"Impossível não se deixar cativar pela figura da blogueira Yoani Sánchez" 
(Barbara Gancia - Folha de S. Paulo

"A visita da blogueira cubana Yoani Sanchéz ao Brasil, comprova: somos um país fantástico, o único do mundo livre que preserva suas tradições, sem medo do ridículo"
(Luis Nassif - Advivo)

"Ninguém é obrigado a gostar de Yoani Sanches como ninguém pode ser proibido de admirar e cultuar ditaduras" 
(Sandro Vaia - Reproduzido pelo blog do Noblat)

"Mais valeria o vídeo de uma negativa sua a dar explicações sobre aspectos contraditórios de seu papel de 'heroína da resistência' contra o regime cubano do que as imagens de um protesto despido de argumentos"

(Eduardo Guimarães - Blog da Cidadania)
"Yoani escreve, descreve e analisa muito bem o cotidiano de Cuba, mas suas criticas não são violentas, debochadas ou incendiárias"
(Nelson Motta - O Estado de S. Paulo)

"De minha parte, acho ótimo que tenha gente disposta a se manifestar contra Yoani Sánchez, uma oportunista que transformou dissidência em marketing pessoal"
(Leandro Fortes - Carta Capital)

"Uma coisa é eventualmente discordar de Yoani; outra, distinta, é impedi-la de falar"
(Reinaldo Azevedo - Veja.com)

"É cômodo acreditar que Yoani ataca Cuba porque é financiada pelos Estados Unidos e não porque tem críticas reais ao regime".
(Cynara Menezes - Carta Capital)
Leia também:

Debate e sessão de autógrafos com Yoani Sánchez são cancelados por causa de protestos


0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.