Agência Focaia conversa com os candidatos a pró-reitor da UFMT Araguaia; votação será nesta sexta

 Eleições

 

Júlia Viana

 

Consulta eleitoral para Pró-reitoria da Universidade Federal do Mato Grosso Campus Araguaia foi adiada da quarta-feira (2) para esta sexta-feira (4), devido à necessidade de ajustes do sistema pela Secretária de Tecnologia da Informação (STI). Quatro candidatos concorrem ao cargo, cuja campanha eleitoral para divulgação de proposta teve início dia 25 de novembro e se encerra nesta quinta-feira (3). 

Conforme novo cronograma de processo de consulta pública divulgado, o resultado oficial será publicado já na próxima quarta-feira (9). Os  professores Antônia Ieda (ICHS), Fernando Pedroni (ICBS), Lennie Bertoque (ICHS) e o Servidor Técnico, engenheiro Rodrigo Ferreira de Azevedo podem realizar campanha eleitoral esta quinta-feira (3), no dia que antecede à votação.

A Agência de Jornalismo Focaia entrou em contato com os candidatos para conhecer a proposta de campanha de cada um deles. A entrevista é apresenta na ordem alfabética do nome dos postulantes ao cargo de pró-reitor.

 

  

Da esquerda para direita os candidatos a Pró-reitor da UFMT Campus Araguaia, 

Fernando Pedroni, Antônia Ieda, Lennie Bertoque e Rodrigo Ferreira - 

 Imagem: mídias sociais/montagem Neemias Alves.


Antônia Ieda (ICHS)

A candidata Antônia Ieda analisa que a próxima gestão deve ser pautada na valorização do servidor, independente da categoria e do aluno, onde ser humano seja reconhecido como alicerce da instituição.

Quanto à sua relação entre profissão e a de gestora, a candidata afirma que a construção da sua carreira acadêmica foi pontuada por uma leitura e trabalho voltado para a administração pública.

“Trabalhei dois anos como tutora num primeiro momento e posterior como coorientadora num curso de especialização em Administração Pública, na UAB, uma parceria da Escola Nacional de Administração Pública com o Curso de Administração da UFMT, atuando na formação de administradores públicos”.

Ela acrescenta que o seu mestrado e doutorado estão voltados para a política pública.

“Participei em 2010 da Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação como coordenadora de área do eixo Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Social, posteriormente participei da mesma conferência em nível regional e nacional. Os documentos gerados nessas conferências foram utilizados na elaboração do Programa de Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional (PACT&I 2011-2014).

Como avalia, o Cargo de Pró-reitora é um entre tantos outros necessários para o Campus funcionar,” afirma a candidata. 

 

Lennie Bertoque (ICHS)

A professora Lennie Bertoque trabalha com o slogan de campanha "Integrar, construir e compartilhar: novos rumos para o CUA/UFMT".  A candidata compreende que o desenvolvimento no campus está abaixo do ideal na relação de parcerias externas, com o diálogo com a comunidade e tem a convicção de que é possível fazer uma gestão com planejamento, por meio de uma gestão político-administrativa, rompendo com a ideia de uma gestão tão somente administrativa.

“Temos de voltar a dialogar com setores produtivos e as comunidades da região do Araguaia,” afirma Bertoque.

As expectativas da professora é de que o Campus Araguaia já tenha percebido que é preciso fazer uma ruptura com o que está posto, que é preciso sair de uma gestão tão somente administrativa e trabalhe pelas demandas do campus, numa referência a atual gestão liderada pelo professor Paulo Jorge da Silva. “Além disso, há muitos problemas no Campus do Araguaia que não implicam recursos financeiros. Falta uma gestão eficiente para organizar, planejar, divulgar informações” informa a candidata. 

 

Fernando Pedroni (ICBS)

O candidato Fernando Pedroni analisa que apesar do curto período de campanha com apenas um debate, a comunidade acadêmica está se informando sobre os quatro candidatos, lendo as propostas e conversando para até o dia da eleição poder fazer a melhor escolha, considerando o perfil dos postulantes ao cargo e ponderando sobre as propostas.

Apesar do momento de restrição econômica do país, com possibilidade de agravamento, trabalha com as expectativas de reunir condições de avançar na melhoria da qualidade dos cursos e serviços que são oferecidos na UFMT/CUA. 

“Buscaremos uma gestão comprometida com eficiência e eficácia. Precisamos gastar pouco para executar as tarefas (eficiência) priorizando as atividades certas para avançarmos na qualidade de ensino, pesquisa e extensão,” afirma.

Pedroni considera que está apto para assumir o cargo de pró-reitor do campus, “sou professor, pesquisador e extensionista sempre tendo atuação em diferentes áreas administrativas e representações colegiados, que permitem entender o funcionamento da Universidade, que é fundamental para uma boa gestão na Pró-Reitoria,” destaca.  


Rodrigo Ferreira (Engenheiro, servidor técnico)

O candidato Rodrigo Ferreira que trabalho com o slogan "Consolida Araguaia", analisa que é um momento de crescimento para o Campus Universitário por estar realizando, pela segunda vez, a escolha de um pró-reitor, “tivemos alguns avanços como a aprovação do voto paritário para essa consulta e a possibilidade de participação de um técnico administrativo no pleito,” afirma.

O candidato diz que sua chapa está em um momento de discutir ideias e propor ações em prol do desenvolvimento do Campus Araguaia, lembrando sempre de forma respeitosa e ética. “Minhas expectativas é que todos possam ter a condição de ler as propostas, ouvir os candidatos e escolher com clareza e discernimento o candidato que melhor atende seus anseios. 

Rodrigo é servidor técnico, com formação em engenharia. Seus concorrentes são do quadro de docentes da UFMT Araguaia. Segundo o candidato, “o Pró-reitor do Campus possui função política e administrativa, sendo responsável pelas ações que possibilite o suporte aos Institutos, portanto vejo que a formação em engenharia permite as condições necessárias para as melhorias que precisamos, e realização do suporte para desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão,” avalia.

***

Nesta sexta-feira o comparecimento para assinalar voto na urna eletrônica virtual será no período entre 9h às 23h (horário de Brasília), com eleitores dos segmentos da universidade mato-grossense, do Campus Araguaia, docentes, discentes e servidores técnicos.

 


 

Comentários