Oficina de comunicação na UFMT Araguaia ensina comunidade a produzir jornal mural

Jornalismo

Agência Focaia
Redação


                                                      Imagem: Divulgação

As potencialidades do jornal mural será tema de minicurso realizado na Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Araguaia (UFMT/CUA), nesta quarta (3) e quinta (4), das 13h30 às 17 h. A atividade é gratuita e aberta aos estudantes e população dos municípios de Barra do Garças, Aragarças e Pontal do Araguaia.

Na forma de oficina, a atividade promovida pelo projeto TEIA, tem como objetivo apresentar as potencialidades do jornal mural e suas diversas possibilidades de utilização, como meio de comunicação, em diferentes locais, como escolas, associações, ONGs e empresas. 

Na oficina, de maneira prática, cada participante irá produzir um jornal mural, possibilitando que conheçam as ferramentas de diagramação visual, necessárias para a produção da mídia.

O Jornal Mural tem formato que permite levar informação de modo rápido às pessoas, nos lugares de mais movimento no cotidiano. Como descreve os organizadores das atividades acadêmicas, o suporte de mídia tem diversas vantagens, entre elas, a instantaneidade, o baixo custo e a interatividade. 

Um dos ministrantes da oficina, Vasco Aguiar, é aluno do último ano do curso de Jornalismo, e também premiado no Congresso Expocom Centro-Oeste, realizado em Campo Grande. O trabalho do estudante foi reconhecido como o melhor Jornal Mural Universitário de 2018, como o tema "A saúde da mulher". 

Outro estudante a ministrar oficina é Adailson Pereira, membro da Agência de Notícias Focaia e participante do projeto acadêmico Educomunicação, no qual está a produção de jornal mural, numa atividade que reúne estudantes do curso de Jornalismo da UFMT Araguaia. 

“Acredito que este tipo material não difere de outros dentro da área de comunicação. O jornal mural leva a seu público conteúdo de relevância, e busca transformar a informação em conhecimento”, explica Vasco.

Ainda de acordo com o estudante, é importante dar ao jornal mural um tratamento estético especial: “Ele deve ser atrativo aos olhos do público, por isso trabalhar a parte visual é primordial, dando destaque às imagens e ilustrações na publicação”.

Vasco Aguiar afirma que a parte gráfica não é tão complicada como parece. “Esta é a hora de usar a criatividade, e os programas de edição são feitos para qualquer pessoa utilizar”, explica.

Como destaca os organizadores, durante a oficina os participantes terão noções básicas de diagramação visual e todos sairão com uma edição de jornal mural feita por eles mesmos.

As inscrições são gratuitas: clique AQUI.

Com Assessoria do Projeto Teia

Comentários