Religião

Agência Focaia
Reportagem
Vasco Aguiar
                                                                             Fotos: Arquivo pessoal do grupo PET
No mês de julho, a Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Araguaia, através da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev) promoveu Concurso Cultural com o objetivo de selecionar propostas de concepção e montagem de um Presépio no campus da UFMT/CUA. Os vencedores foram estudantes bolsistas do Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Matemática, que já deram início ao trabalho com o tema “E se Jesus nascesse aqui...Presépio sustentável”. 

Sobre a escolha da temática religiosa, a professora do Curso de Matemática e uma das colaboradoras na confecção do presépio, Wanderleya Gonçalves Costa, explica que “A diversidade étnica, cultural e religiosa da região do Araguaia se ampliou e, atualmente, se encontram aqui índios, caboclos, brancos, árabes e, mais recentemente, negros do Haiti, dentre outros”. Costa relata que foi a partir dessa configuração, a qual deu o nome de “mosaico”, que surgiu entre os idealizadores do presépio a questão: e se Jesus nascesse aqui? Por quem e como ele seria recebido?, conta.

A professora afirma que a proposta dos alunos do curso de matemática (fotos abaixo) não foi novidade, já que possuem histórico de experiências com trabalhos em laboratório, de reaproveitamento de materiais na confecção de jogos didáticos. Ela explica que para eles produzirem o menino Jesus foi utilizada uma 'boneca usada' que foi revestida com jornal, usando a técnica chamada de papietagem, em que se utiliza papel recortado e cola para dar forma a uma escultura ou objeto. “Já a manjedoura é um pequeno caixote usado para transporte de mudas de um horto florestal”, esclarece.

Participante da confecção do presépio, a estudante Larissa Becker relata que o grupo de alunos tiveram a ideia de fazer com que a região do Araguaia fosse representada através de uma atividade religiosa conhecida por todos. “Sejam eles da religião católica ou não é possível representar nossa região em uma exposição natalina”, afirma.

Sobre a localização do presépio, que poderá ser visto apenas na unidade do Pontal do Araguaia, Wanderleya esclarece que os integrantes do grupo, que propuseram o trabalho, são frequentadores daquele local. “Fica mais fácil concentrar os trabalhos na unidade em que eles estudam”. Ela pondera que se optassem em colocar o presépio na unidade de Barra do Garças, seria visto por mais pessoas, no entanto, ela entende que pelo interesse em conhecer o presépio natalino muitos deverão se deslocar para o campus da cidade de Pontal do Araguaia. “Concluímos que o deslocamento dos estudantes, professores e técnicos da Barra até o Pontal é bem factível, caso haja o desejo de visitar a instalação natalina”, observa.

O valor disponibilizado, inicialmente pela Pró-reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev), foi de R$ 15.000,00 para cada campus da universidade. Durante o processo de publicação do edital, ocorreram retificações, com redução do recurso liberado para R$ 1.500,00. No final, afirma Costa, o valor disponibilizado pela Procev ao Campus Araguaia foi de R$ 1.350,00. 

A inauguração do presépio será na próxima sexta-feira (1), às 20h30, no auditório da Unidade Universitária de Pontal do Araguaia. Na abertura da cerimônia natalina haverá também a apresentação do Coral UFMT Araguaia.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.