Esporte Universitário

Agência Focaia
Reportagem
Letícia Leite 
Bárbara Argolo

Imagens - rede social Tectônica
A Associação Atlética Acadêmica Professor Magno Silvestri, conhecida como Tectônica (nome fantasia), é a mais nova atlética da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Araguaia, com início das atividades em 2017. Suas cores são o laranja e preto, e sua mascote um viking.

A ideia da Atlética surgiu com a fundação do centro acadêmico do curso de Geografia, em 2014, por que os estudantes viram a necessidade de ter representação nos jogos acadêmicos. Dois anos depois, após reuniões com os membros do Centro Acadêmico (C.A), o estatuto pronto, faltava ainda alguém se prontificar a assumir o cargo de presidente. Em 2017, durante a recepção dos calouros de Geografia, foi proposta a formação da atlética aos estudantes do curso. Alguns acadêmicos mostraram-se interessados em construir uma chapa para a diretoria.

De acordo com a presidente da atlética, Lahila Martins, o objetivo de criar a atlética seria mostrar a cara do curso. “Os discentes do campus ainda não conhecem os integrantes da geografia que fazem parte da agremiação esportiva, e a atlética se torna uma ferramenta para dar visibilidade ao curso como um todo”. O 1º Secretário, Alberto Lucas, afirma: "queremos acender o curso, visto que, ele é um pouco apagado pela falta de tempo dos alunos”, conclui.

Integração esportiva

A diretoria pretende realizar futuramente a primeira calourada da Tectônica. O curso está analisando possíveis locais para o evento, recursos e decoração. Existe a possibilidade de que o tema esteja na mesma linha da logomarca, os vikings, porém, ainda não há nada confirmado. “Estamos muito empenhados e queremos que seja uma boa festa. Por isso, pretendemos deixar o valor acessível aos estudantes", ressalta Martins.

O primeiro evento elaborado pela diretoria da tectônica (foto ao lado) foi realizado nos dias 29 e 30 de agosto. Na ocasião, foi promovido o campeonato de truco em dupla, no espaço de vivência da UFMT/CUA.  

O curso planeja formar times para que seja possível participar dos Jogos Intercursos e está procurando uma maneira de formar um grupo de “Cheerleaders” (líderes de torcida). A atlética está à procura de parcerias para melhor socialização dentro do campus. Segundo a presidente, “nós somos a nova pessoa [atlética] na escola e queremos nos enturmar”.

Ela afirma que recentemente foram feitas modificações nas tomadas de decisões da diretoria. De acordo com Martins, “existem reuniões ordinárias, extraordinárias e assembleias gerais. Antes, todos os alunos votavam, entretanto, com a atlética instituída, o direito de voto passa a ser somente dos membros e associados”.

Companheirismo

Para a diretoria, ainda que a atlética seja um projeto novo, é esperado companheirismo, objetivando o crescimento do curso. Segundo o representante do C.A de Geografia, Diego Brito, a intenção é dar suporte e apoio à atlética Tectônica, “tomamos a atlética como um filho e vamos nos empenhar ao máximo". 

Diretoria

A diretoria da tectônica é composta por:  Lahila Martins (Presidente); Luana Galdino (Vice-presidente); Alberto Lucas (Secretário); Sabrina Ribeiro (Tesoureira); Aline Vasco (Diretor de Esportes); Rayani Camargo (Diretor de Eventos); Francisco Augusto (1° Suplente Esporte); Túlio Felipe (1° Suplente de Eventos); Vanessa Conceição (1° Suplente  Financeira); Djniffer Oliveira (2° Suplente de Eventos); Fabiano Silva (5° Suplente); Josiell Lucio (6° Suplente) Josiell Lucio.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.