Evento

Agência Focaia
Redação
Suzana Ataíde

Imagem divulgação
O Diretório Central dos Estudantes (DCE) em parceria com o grupo de extensão Saúde Mental, da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Campus Universitário do Araguaia (CUA), realizam palestra do II Movimento de atenção à prevenção ao suicídio, com o tema “Suicídio entre universitários: precisamos falar sobre este assunto!”. O evento será amanhã (06), em dois horários, às 12h e às 19h. O evento ocorrerá no Auditório/Cinema I ( ao lado do Restaurante Universitário) no bloco de Jornalismo, Unidade de Barra do Garças e terá como palestrante o médico psiquiatra Pablo Teodoro de Brito.

Objetivo
                                                                                             
A palestra tem por objetivo trazer para o público universitário e o externo, a prevenção ao suicídio, discutir sobre o assunto e ajudar. Apesar de o foco ser os discentes da universidade todos poderão participar. A comunidade externa, estudantes acadêmicos, profissionais da área e pessoas que tenham interesse no tema.

“O DCE viu toda a necessidade de discutir sobre isso, pois dentro da universidade tem muitos casos de depressão, ansiedade em decorrência ao tempo fechado que o local oferece aos estudantes, o Diretório vê todas as problemáticas que os discentes passam dentro do campus e resolveu entrar em parceria com o projeto para abordar e entender o que leva as pessoas ao suicídio, sendo que a maioria que tende a essa alternativa possui depressão,” explica Weverton Castro Silva coordenador geral do DCE, organizador do evento e acadêmico do curso de enfermagem.

Ele acrescenta que o tema não é debatido com tanta frequência dentro da academia e que poderia ser diferente. Pois, é recomendável que a universidade possa desenvolver e trabalhar ações como essa que está se estendendo. Silva observa que deve-se buscar sempre espaço para discutir o assunto, tanto com a comunidade acadêmica como com a comunidade externa. O objetivo é a prevenção e, assim, impedir problemas que possam surgir com o decorrer do tempo.

“O DCE recomenda que a universidade possa desenvolver e trabalhar ações como essa, que nós estamos desenvolvendo, a partir de hoje, buscando espaço, trazendo esse assunto para a comunidade acadêmica” afirma o coordenador do DCE.

Setembro amarelo

Setembro amarelo é uma campanha de conscientização sobre prevenção ao suicídio com o objetivo direto de alertar a população brasileira sobre a realidade desse dano e suas formas de prevenção. Ocorre no mês desde 2014, com a identificação de locais públicos e particulares, com a cor amarela. Além de ampla divulgação de informações a respeito do assunto. 

O projeto foi iniciado no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Desde então conseguiu a exposição de suas ações em diversos locais do país.
                                                                                           Imagem divulgação
Durante este mês de setembro nas três regiões do Vale Araguaia, cidades de Barra do Garças, Pontal do Araguaia e Aragarças o projeto Saúde Mental Desafios e Assistências trabalhará com campanhas em prol dessa conscientização. A primeira programação será a palestra dentro da universidade e logo em seguida visitas em instituições educacionais e de saúde. “Movimento vai se estender para a cidade e região, os membros do projeto estarão indo conversar com o público. Para as pessoas que não puderem comparecer à palestra terá outra oportunidade de participar da programação, que acontecerá durante o mês”, observa Silva.

O DCE trabalha com expectativa de importante palestra amanhã, para esclarecimento de dúvidas dos estudantes universitários. "Aqueles que tiverem alguma hesitação e precisarem buscar auxilio relacionado ao assunto, pode procurar o DCE ou os alunos do projeto, durante a palestra ou durante a programação, que vai ser divulgada ao longo do mês, aqui na universidade e na região”, informa Silva.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas online, gratuitamente. Os estudantes terão direito à certificação de duas horas em cada período, importante para formação de currículo estudantil.


0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.