Estudantes de Jornalismo da UFMT/CUA realizam aula de campo sobre planejamento sustentável no meio ambiente

Jornalismo

Agência Focaia
Redação
Giulia Sacchetti 

     Foto: Giulia Sacchetti
Estudantes do curso de Jornalismo fazem reconhecimento de aterro sanitário durante aula de campo.

Estudantes do terceiro semestre do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia (UFMT/CUA) realizaram no último sábado (19) aula de campo da disciplina de Comunicação e Meio Ambiente, coordenada pela Professora Patrícia Kolling. Os estudantes visitaram o aterro sanitário de Barra do Garças e em seguida, a Fazenda Flor de Ibez.

No aterro sanitário, os estudantes puderam observar que há o aterramento de grande parte dos resíduos ali depositados, diferente do que era anteriormente, quando não havia esse sistema e o lixo ficava exposto, prejudicando o ambiente. Atualmente o aterro está cercado, impedindo a passagem de pessoas não autorizadas e também de animais.

Já na Fazenda Flor de Ibez, os estudantes observaram a sustentabilidade local, com a agrofloresta e a permacultura, que são formas de produzir/cultivar alimentos de maneira que se conserve e recupere o ambiente usado. O nome Flor de Ibez, segundo o proprietário Simón Paz, significa florescer mudanças e utilizar a natureza, sem prejudicá-la. A fazenda também realiza diversos cursos e hospeda pessoas que queiram ser voluntárias no local. 

Para a acadêmica Tayhana Borges, que participou da aula de campo, "foi uma lição prática, que favoreceu a interação disciplinar e nos permitiu relacionar conceitos e valores do cotidiano. Além de tudo, estreitou os laços entre a turma, a professora e a disciplina", destaca.

Comentários