Em parceria com o NPD, Cineclube Roncador realiza segunda sessão da 16º Mostra do Filme Livre brasileiro este ano

Cinema

Agência Focaia
Redação
Suzana Ataíde
 
     Imagem divulgação
 
O Cineclube Roncador em parceria com o Núcleo de Produção Digital realiza a segunda sessão da 16º Mostra do Filme Livre 2017 (MFL), do cinema independente brasileiro. A exibição será segunda–feira (28), às 15h30, na sala 224 na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) Campus Universitário do Araguaia (CUA). 

Entre os filmes de curta-metragem a serem exibidos estão: Algo que fica (Benedito Ferreira, 23min, 2016, GO), As ondas (Juliano Gomes, Léo Bittencourt, 13min, 2016, RJ), Cheiro de Melancia (Maria Cardozo, 16min, 2016, PE), Vando Vulgo Vedita (Andréia Pires Leonardo Mouramarteus, 20min, 2016, CE).
 
A duração total das apresentações será de 72 minutos, com classificação indicativa de 16 anos. Haverá debate, distribuição de pipoca e certificação de horas aos acadêmicos que participarem de, no mínimo quatro sessões, do cineclube durante o ano, importante para o currículo estudantil, na conclusão de seus respectivos cursos de graduação. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no dia do evento.
 
A MFL hoje ganha relevância como mostra do cinema independente brasileiro. O projeto é do Centro de Cultura do Banco Brasil que, este ano, será apresentado nas cidades de Belo Horizonte, Boston (EUA), Niterói, Rio de Janeiro e São Paulo em 129 cineclubes espalhados em 90 cidades, de 22 estados brasileiros com o objetivo de valorizar as produções independentes realizadas com baixo orçamento. A ideia os organizadores é difundir filmes que antes nem eram aceitos em certos eventos, porém hoje são vistos e premiados. 
 
Para mais informações, contatos pelo E- mail: cinecluberoncador@outlook.com 

Comentários