Evento

Agência Focaia
Redação
Pedro A. Rezende



Entre os dias 20 e 25 de junho, a cidade de Goiás Velho será sede da 19° edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA). O filme de abertura do festival “Caminhos do Mar”, dirigido por Bebeto Abrantes e Juliana Albuquerque faz sua primeira exibição na cidade goiana. A produção fala sobre o Paraíba do sul, um rio desconhecido e estratégico para o Brasil.
Nos dias 21 a 24 de junho, oficinas e minicursos com temáticas sobre o meio ambiente, cinema e problemáticas sócio cultural serão ofertadas gratuitamente. As inscrições encerrou no último dia 12/06 no site oficial do evento.
Segundo o regulamento oficial do festival, o FICA 2017 tem por finalidade divulgar, exibir e premiar obras audiovisuais de curta (até 29 minutos), média (de 30 a 69 minutos) e longa-metragem (filmes a partir de 70 minutos), nos gêneros ficção, animação ou documental, com temática ambiental, produzidas em qualquer parte do mundo. Além do mais, promover ações de difusão, produção, formação e capacitação na área audiovisual ambiental.
A Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Araguaia, estará no festival com aproximadamente 30 pessoas. Os acadêmicos com prioridade das disciplinas Produção e Edição e Rádio e Redação Jornalística II do curso de Jornalismo tem a missão de cobrir o evento com pautas gerais já pré-definidadas. Os trabalhos feitos pelos estudantes serão divulgados principalmente no site do Boto Blog.

Para o coordenador e professor do curso de Jornalismo Edson Spenthof, a ida para os alunos de jornalismo ao FICA tem importância adicional, porque o festival é um evento internacional, cultural e cinema, além de muitos shows e oficinas de diversas naturezas. “É um festival onde os acadêmicos podem ter uma relação mais próxima com jornalistas do mundo inteiro, ver como esses profissionais trabalham com novas modalidades, modos de fazer, tecnologias e demais coisas que eles usam”, finaliza o docente.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.