Esporte

Agencia Focaia
Redação
Vasco Aguiar
Adailson Pereira


    Fotos: Adailson Pereira
Atléticas Suprema e Pedreira em evento esportivo preparatório para os Jogos Intercursos

As atléticas dos cursos de Direito (Suprema) e Engenharia Civil (Pedreira) da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Araguaia, promoveram o II Superclássico entre suas equipes. O evento aconteceu sábado (11), no Clube Balneário Peixinho, em Barra do Garças. Na ocasião, foram realizados jogos de Basquete, Handball e Futsal. Além disso, durante a abertura das competições, apresentaram-se os conjuntos de animadoras de torcida das agremiações, as Cheerleaders.   
   
Rivalidade e preparação

Presidente da Atlética Suprema, Othon Bueno (foto ao lado) explica como surgiu a ideia do Superclássico. “No ano passado, as gestões anteriores das duas atléticas pensaram em organizar um evento que fosse possível a promoção de ambas, causando interação entre os cursos.” Bueno observa que a existência de grande rivalidade entre as atléticas os fizeram acreditar que teriam sucesso. “Achamos que seria interessante realizar algo que unisse as torcidas, e tivemos êxito, por isso este ano repetimos a parceria”, diz o presidente. 

Para ele, os pré-jogos servem também como preparação para os Jogos Intercursos que se aproximam. “Já estamos nos organizando para esta competição, o Superclássico é uma prévia, os times passam a se conhecer, saber dos pontos fracos e fortes, não deixa de ser um teste.” Ele enxerga a interação entre os cursos no Superclássico como uma grande oportunidade. “Podemos corrigir erros, assim como eles também, é uma espécie de treino em escala maior.”

Recém empossada, Júlia Carrascoza, a nova presidente da Atlética Pedreira (foto ao lado), acredita, assim como Othon, que os amistosos servem como um preparatório para os jogos intercursos e também para possíveis competições em outras cidades. “Estamos planejando participar de campeonatos interestaduais, levar a galera daqui para fora, vejo que possuem grande energia, creio que devemos nos dar bem em jogos fora de Barra do Garças."

Carrascoza fala sobre a disputa entres as atléticas. “Sempre rolou muita rivalidade nos jogos. As turmas do direito e da engenharia civil são bem passionais.” A presidente aponta que o Superclássico serviu para dar um “up” (estímulo) nos dois cursos e destaca que a experiência, em 2016, foi tão positiva que decidiram repetir novamente.Esta é a segunda vez que fazemos este evento, e, pelo o que estamos vendo, será melhor que o anterior.“

Resultados do Superclássico

                                                         Equipes de basquete das atléticas de Direito e Engenharia Civil

Na competição, sediada no Clube Balneário Peixinho, foram disputadas partidas em três modalidades: basquete masculino; handball masculino e futsal (feminino e masculino). O primeiro jogo foi o das equipes de basquete masculino. Com o início bem disputado, o jogo teve como vencedores os representantes do curso de direito, placar final de 19 x 11.

No handball masculino, mais uma vez os acadêmicos da Suprema foram melhores, o resultado foi de 18 x 7. No jogo seguinte, as equipes femininas de futsal entraram em campo, a disputa mostrou-se equilibrada, mas a Atlética Pedreira saiu vitoriosa por 4 x 3. Último duelo da noite, o futsal masculino também ressaltou a estabilidade entre os times, com o placar de 1 x 0 favorável para os esportistas do direito.  
   
Interação universitária

Um dos criadores da atlética Suprema, atualmente pós-graduando na UFMT Araguaia e também Secretário de Esporte e Lazer do Município de Barra do Garças, Herbert Penze, fala de seus planos para o esporte universitário na cidade. “Temos a intenção de dar total apoio aos eventos esportivos universitários, não apenas na UFMT/CUA, mas também nas universidades privadas que existem aqui. Nossa meta é fomentar a criação de mais atléticas na região, isso fortalece o esporte universitário.”

O secretário revela que tem a ideia de organizar jogos universitários entre as universidades do araguaia. “No primeiro ano pensamos na disputa entre UFMT, Univar e Faculdade Cathedral. Sabemos da importância do esporte universitário." Ele admite que fazer esta articulação não é fácil, “é preciso haver interesse dos alunos”, ressalta.  

Sobre a possível data para o início dos próximos Jogos Intercursos, Penze, extraoficialmente diz que a data mais provável deverá ser dia 3 de junho.  

Ele explica também que articulações por parte da Atlética Unificada ainda estão sendo feitas. Os presidentes da Suprema e Pedreira questionados sobre o assunto, Bueno e Carrascoza ratificaram as palavras do secretário, de que os jogos ocorrerão no próximo semestre, porém não especificaram a data.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.