Estudantes da USP protestam contra ministro da Justiça



Educação e Política


Angela Boldrini

Estudantes da Faculdade de Direito da USP fizeram nesta segunda-feira (30) escracho contra o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que é professor da unidade. 

Alunos da São Francisco fazem escracho contra Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e professor da faculdade, nesta segunda (30)

Organizado pelo Comitê São Francisco Contra o Golpe, formado por alunos contrários ao impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o ato aconteceu no início da primeira aula de Moraes desde sua posse como ministro do governo de Michel Temer (PMDB), em 12 de maio. Antes, ele ocupava o cargo de secretário da Segurança Pública na gestão Geraldo Alckmin (PSDB), em São Paulo. 

Segundo integrantes do comitê, que pediram para não ser identificados por medo de represálias, o protesto teria como objetivo denunciar o que chamaram de "ministério conservador" e criticar a atuação de Moraes enquanto secretário da Segurança, considerada repressiva. 

Os alunos colaram cartazes com dizeres como "bate em professor", "bate em estudante", "amigo do PCC" –referência ao fato de Moraes ter advogado pela cooperativa Transcooper, citada em investigações que apuram esquema de lavagem de dinheiro da organização do tráfico– e "golpista", além de uma bandeira da UNE (União Nacional dos Estudantes) na sala em que Moraes ministra a disciplina Direitos Fundamentais.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.