Receita da Globo chega a R$ 16 bilhões em 2015




Folha de S. Paulo

O Grupo Globo obteve no ano passado receita de R$ 16 bilhões, o que representa estabilidade em relação a 2014, descontada a inflação.

O lucro líquido teve aumento real (descontada a inflação) de 30%, fechando o ano em R$ 3 bilhões.
Parte desse resultado se deve às receitas financeiras (resultado de investimentos).
Do final de 2014 para o final do ano passado, essas receitas passaram de R$ 918 milhões para R$ 2,1 bilhões.

O resultado publicado no balanço do grupo exclui a Infoglobo, que edita os jornais "O Globo" e "Extra" e é responsável pela Agência O Globo. Revistas e rádios estão incluídas.
O grupo fechou o ano passado com R$ 4,6 bilhões em caixa, contra R$ 2,5 bilhões
registrados em 2014.

TV ABERTA

A TV aberta continuou como o carro-chefe no faturamento do grupo. Foram 17 milhões de comerciais na grade comercial da Rede Globo produzidos por mais de 30 mil anunciantes.
Como essas receitas da TV aberta vêm perdendo espaço para a internet, o grupo tem tentado acelerar a integração de suas empresas para que o conteúdo vá além da TV.

Um dos exemplos é o aplicativo Globo Play, que permite que cadastrados em São Paulo e Rio de Janeiro assistam à programação aberta da Globo ao vivo.

Também dá acesso a outros conteúdos, desde que a pessoa seja assinante do portal Globo.com. Segundo a Folha apurou, já são cerca de 5 milhões de usuários.

Na Olimpíada, a emissora pretende acelerar esse processo e disponibilizar uma grade diferente com 16 canais esportivos em alta definição na TV fechada e outros 50 canais na internet.

A intenção da emissora é cobrir todos os eventos esportivos dos Jogos. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.