Países vizinhos atraem estudantes

Pedro Juan Caballero, no Paraguai, tem 6 universidades; maioria dos alunos é brasileira e muitos são de Goiás


O Popular
Gabriela Lima


Uma pequena cidade paraguaia, na divisa com o Mato Grosso do Sul, desponta como polo de formação médica, atraindo cada vez mais estudantes goianos. Com cerca de 110 mil habitantes, Pedro Juan Caballero possui atualmente seis faculdades de medicina que, juntas, somam quase 4 mil estudantes brasileiros.





Assim como faculdades de medicina da Bolívia e da Argentina, que já há alguns anos são destinos de brasileiros, as escolas paraguaias não possuem vestibular e oferecem mensalidades com preços bem abaixo dos praticados no mercado da educação nacional. Mas Pedro Juan Caballero caiu nas graças do goianos por dois diferenciais: a distância relativamente pequena e a possibilidade de estudar no país vizinho e continuar morando no Brasil.

Pedro Juan fica na fronteira seca com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. As duas cidades são divididas apenas por uma rua. Na prática, funcionam como dois bairros próximos. Os estudantes afirmam que até sai mais barato morar do lado paraguaio da fronteira, pois o real vale mais que a moeda local, o Guarani, além do custo menor de itens como aluguel e energia. Mas, por questão de facilidade, muitos imigrantes estudantis preferem morar na parte brasileira.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.