Yguaratã Cerqueira e dois colegas passaram os quatro últimos anos desenvolvendo o FastFormat

Após perceberem a dificuldade de aplicar as normas de formatação de textos acadêmicos aos softwares de edição que já existiam, três colegas da pós-graduação em Computação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) viram uma oportunidade. Segundo informações da assessoria de comunicação da Ufal, Yguaratã Cavalcanti, Bruno Melo e Paulo Silveira decidiram criar um aplicativo útil para estudantes e professores de todo o país e passaram os últimos quatro anos desenvolvendo FastFormat, disponível há dois meses de forma gratuita para o público.
Atualmente o software é capaz de facilitar a vida de interessados em produzir artigos de conferência e periódicos, trabalhos de conclusão de curso, monografias, dissertações e teses de quaisquer instituições, que tenham como referência a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
Yguaratã Cerqueira relata que já existem mais de mil pessoas utilizando o FastFormat
(Foto: Reprodução)
Ex-aluno de graduação do Instituto de Computação (IC) da Universidade Federal de Alagoas, Yguaratã garante que, com o passar do tempo, as especificidades de cada instituição estão sendo atendidas. Além de universidades, como a Ufal e a Universidade São Paulo (USP), vários periódicos estão sendo contemplados pela iniciativa, como por exemplo, a Revista Acta de Enfermagem, American Psycological Association, e a Sociedade Brasileira de Computação.
Dentro do programa, o usuário trabalha a partir de modelos prontos, chamados templates, que permitem ao usuário a troca de conteúdo, com apenas alguns cliques. “Também tivemos o cuidado de desenvolver o FastFormat de maneira que o usuário não se sinta preso à nossa solução. O documento produzido pelo FastFormat pode ser exportado para vários outros softwares, como Word, Open Office e LaTeX. Isso é um compromisso que assumimos desde o início”, enfatizou Yguaratã, em entrevista concedida à Ufal.
Leia mais

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.