O relógio, que tem o formato de uma pulseira, foi projetado para ser usado no trabalho e fora dele e se integra à iniciativa Microsoft Health


Na noite desta quarta-feira, 29/10, a Microsoft confirmou o que já esperávamos: que ela, também, vai entrar no agitado mercado de relógios inteligentes (smartwatch) e que pretende que usemos seu novo produto, o Microsoft Band, o dia todo, todos os dias da semana.
Muito parecido com uma pulseira de hospital, o Microsoft Band custa US$ 200 e tem um display retangular, de 320 x106, para informações. A Microsoft promete duração de 48 horas para a bateria do Band (embora usar o GPS possa reduzir ligeiramente isso) e ele vai levar cerca de uma hora e meia para recarregar a bateria totalmente.
O relógio no entanto não é à prova d'água, portanto os nadadores vão ter de procurar outro acessório para usar. Mas segundo a Microsoft o Band encara respingos e consegue trabalhar em temperaturas que variam de -10o C a 40o C. O relógio já está à venda na Microsoft Store, em três diferentes tamanhos de pulseira (para diferentes pulsos).
Múltiplos sensores
O dispositivo tem vários sensores - entre eles monitor óptico de batimentos cardíacos, GPS, raios ultravioleta, luz ambiente e temperatura da pele. Ele vai monitorar seu batimento cardíaco 24x7 e conferir se você está dormindo bem. Os dados serão armazenados num mecanismo que a Microsoft está chamando de Intelligence Engine, um tipo de irmão mais novo da assistente pessoal Cortana. O Band vai guardar seus dados, sem precisar de conexão, e depois os envia para seu smartphone via Bluetooth. 
O Band foi projetado pela Microsoft para ser uma plataforma. A empresa quer atrair desenvolvedores externos para criar apps com os quais o relógio compartilhe seus dados e já fechou algumas parcerias. 
Na lista estão o MyFitnessPal, MapMyFitness, RunKeeper, Gold's Gym (que vai criar rotinas de exercícios específicas) e até Starbucks. No caso do Starbucks, o Band pode armazenar seus dado do cartão de compras da cafeteria. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.