Confira exemplos de situações que não podem mais ser enquadradas como concursos


O maior impacto da portaria, aparentemente, é nas ações de redes sociais, onde qualquer tipo de concurso cultural está proibido. As páginas de Facebook e de outras redes só poderão ser utilizadas para divulgação de concursos que estejam ocorrendo em outras plataformas, como TV ou site. A análise de juristas é que um concurso via Facebook obrigatoriamente já obriga a pessoa a fornecer seus dados para o anunciante, bem como curtir sua página. Por isso, a restrição total.

Leia Mais: http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/noticias/2013/07/26/Mercado-explica-regras-de-concursos-culturais#ixzz2aaMFZr8R
Follow us: @meioemensagem on Twitter | Meioemensagem on Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.