Com 8 milhões de assinantes, revista em defesa do consumidor é sucesso editorial nos EUA 


Defensora dos consumidores desde 1936, a revista Consumer Reports pode impulsionar as vendas ou sepultar as chances de sucesso de um produto. Suas reportagens, feitas a partir de testes rigorosos, tornaram obrigatórios itens que hoje são considerados básicos, como o cinto de segurança e as cadeirinhas para transportar bebês e crianças pequenas em carros.

Aos 77 anos, a revista possui 8 milhões de assinantes nas versões impressa e online, uma marca de dar inveja a muitas publicações comerciais. 

“Nós não temos propaganda, não recebemos dinheiro de nenhuma empresa, de nenhum tipo, e o que nos sustenta é que nossa informação é tão boa e usável que 8 milhões de pessoas assinam nossa revistas ou compram nosso produtos. Temos uma revista da Consumers Report, temos um site, um site também em espanhol, e as pessoas assinam, é um modelo de negócios que supera expectativas. É difícil acreditar”, conta o presidente James Guest.

O poder da Consumer Reports já mudou leis de segurança e o posicionamento no mercado de produtos poderosos como o cigarro. Hoje, a poderosa indústria do tabaco encolheu quase 30% nos Estados Unidos. A pressão da revista fez com que o Ministério da Saúde criasse os rótulos com fotos de doenças causadas pelo hábito de fumar.

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.