Participantes na Media Party 2012. Foto: Media Party.
O capítulo de Buenos Aires da organização Hacks/Hackers está a poucos dias da segunda edição de suaMedia Party, que em menos de dois anos se tornou um dos eventos mais importantes no continente para jornalistas interessados em novas tecnologias e programadores interessados no mundo midiático.
A Media Party será realizada nos dias 29, 30 e 31 de agosto. Com mais de 2 mil participantes confirmados, 30 oradores convidados e50 workshops no programa, o evento busca repetir o êxito do ano passado e se consolidar como um dos principais eventos para fomentar e construir uma cultura de inovação na região.
De fato, a Media Party não só tem sido uma parte essencial do fenomenal crescimento do capítulo em Buenos Aires do Hacks/Hackers, como também uma das responsáveis pela divulgação do grupo na América Latina e um reflexo da sede de inovações jornalísticas na continente.
O evento foi organizado pela primeira vez no ano passado e foi tão popular que seu anúncio duplicou o número de membros do Hacks/Hackers Buenos Aires quase que instantaneamente.
“Foi um evento bastante grande e provocador para a mídia. Este ano confiamos que vai ser mais”, disseMariano Blejman, um dos fundadores de Hacks/Hackers Buenos Aires e bolsista do Knight International Fellowship, em entrevista ao Centro Knight para o Jornalismo nas Américas.
Como no ano passado, o evento oferecerá workshops e hackatonas nos quais os participantes poderão aprender novas ferramentas. Serão discutidos temas como o design para otimizar a visualização de dados, a cobertura esportiva na era dos dados, como se proteger de ataques cibernéticos, como criar mapas e os objetivos da Media Factory, a primeira aceleradora de mídia voltada para o mercado da América Latina.
Entre os palestrantes confirmados estão Ryan Mark, diretor de estratégia e desenvolvimento digital no Chicago Tribune Media Group; Miranda Mulligan, Chefe do Knight Lab, editora chefe no Evening-Edition e ex-diretora de design digital no The Boston Globe; Brian Boyer, editor de aplicativos de notícias no NPR,Jacqui Maher; editora assistente de notícias interativas do The New York TimesMiguel Paz, jornalista chileno, fundador e CEO do Poderopedia e co-organizador do capítulo Hacks/Hackers Chile; e Daniel Sinker, diretor do Knight-Mozilla OpenNews.
“O objetivo é transferir valor, que os pioneiros que estão fazendo jornalismo de dados não apenas falem, mas também sentem e ensinem”, disse Blejman. Leia mais.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.