por Alfredo Costa

Na edição 733, do último dia 12, o Observatório da imprensa publicou duas matérias sobre a relação do público jovem com novas tecnologias de comunicação.

No primeiro texto, intitulado "Os nativos digitais não gostam do papel", compara algumas pesquisas sobre hábitos de leitura dos americanos: "Em 1991, o instituto de pesquisas Pew Research Center perguntou pela primeira vez aos americanos se eles liam jornais. Naquele ano, 56% dos entrevistados disseram que sim. Em 2012, este número caiu para 29%."

O autor conclui que "a rejeição dos jovens ao impresso talvez seja o principal fator responsável pela queda brusca da última década." Leia a íntegra.

No outro texto, "buscando novos públicos: ‘NYT’ pode ter versão para universitários", Jeff Bercovici anuncia que o New York Times considera "considera lançar uma edição do jornal voltada para o público jovem. Em uma conferência para discutir os números do quarto trimestre de 2012, Denise Warren, chefe de publicidade e gerente do site nytimes.com, reconheceu que o Times está procurando “um produto com potencial de entrada no mercado”."

Ele diz que se trata "provavelmente de uma alusão à edição digital para jovens chamada NYT Junior, que é um dos diversos produtos que o Times vêm pesquisando com seus leitores." Leia a íntegra.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.