Acolhendo pedido do Ministério Público de Goiás, o juiz Rinaldo Barros, da 11ª Vara Criminal de Goiânia, determinou o bloqueio de bens dos ex-reitores da Universidade Estadual de Goiás (UEG), José Izecias e Luís Arantes, do ex-defensor-geral do Estado, João Paulo Brzezinski da Cunha e o ex-prefeito de Anápolis, Pedro Sahium, por desvio de recursos públicos da instituição de ensino. O bloqueio de bens móveis e imóveis alcança a quantia de R$ 425.800,00, em relação a todos os réus.

Computadores, pen drives e tablet foram apreendidos na operação (Foto:João Sérgio)
Na denúncia, oferecida pelos promotores integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Denis Bimbati, Juan Borges de Abreu, Vinícius Marçal e Luís Guilherme Gimenes, foi apontado que os desvios ocorreram no ano de 2006. O esquema ficou conhecido após as investigações da Operação Boca do Caixa, deflagrada pelo MP em dezembro do ano passado, na qual foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária, além de apreendidos notebooks, dois pen drives e um tablet.

Segundo apurado, o desvio teve relação com contratos celebrados com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Goiás (Sinepe) para execução do programa de capacitação chamado Licenciatura Plena Parcelada. O objetivo era atender às exigências de formação contidas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). Assim, os docentes pagavam uma mensalidade, que era recolhida pelo Sinepe, e estes valores deveriam ser repassados à UEG.

Entretanto, documentos e gravações indicaram que parte dos valores que deveriam ter sido transferidos para a universidade em função deste contrato acabou desviada para uma conta da empresa “laranja” Instituto Brasileiro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Tecnologia (Ibetec), que pertence a Brzezinski. O dinheiro era sacado por pessoas ligadas ao alto escalão da universidade, daí o nome da operação.

Além dos quatros, também foram denunciados e tiveram os bens bloqueados Francisco Afonso de Paulo, ex-coordenador de contratos e convênios da UEG, Carlos Roberto da Silva, servidor comissionado da universidade, e Paulo Henrique Sahium, tecnólogo em processamento de dados.


Continue lendo

Fonte MP-GO

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.