Via Observatório da imprensa

Muitos jornalistas me perguntam como podem avaliar o impacto de uma investigação ou um post de blog. Aqui estão algumas técnicas simples de usar:

1) Use a busca avançada do Google



Coloque a URL permanente do conteúdo que você deseja monitorar na segunda caixa de texto. Faça o mesmo com o título. Repita o mesmo passo com o subtítulo ou o resumo do artigo. Em todos os casos, use a ferramenta “limite seus resultados” para analisar os resultados das últimas 24 horas. Se possível repita este processo dentro de 48 a 72 horas. Assim, você poderá compilar uma lista semelhante a esta, incluindo (se você digitar Facebook.com e Twitter.com no campo de domínio) o impacto nas redes sociais.

2) Utilize sistemas de monitoração específicos para o Facebook e Twitter


Social mention é um sistema de monitoração robusto que permite a busca por título ou pela URL permanente. Também permite a busca por nome do autor. 48ers monitora as últimas 48 horas com um alto nível de eficiência. Outras alternativas são: Addictomatic, Boardreader e Whostalkin. Para monitorar em tempo real, sugiro combinar Twitterfall com uma pesquisa avançada no Google.

Para acompanhar no YouTube: depois de introduzir um parâmetro de pesquisa, use a opção “filtro” para analisar os resultados mais recentes. Escolha a opção “data do upload”. Aqui está um exemplo para Data Journalism. O impacto da tuitar nosso conteúdo pode ser analisado usando ferramentas como Tweetreach, que mede o alcance do conteúdo ou TwitterCounter para contar os usuários. Socialbakers é uma ferramenta similar para o Facebook.

3) Pesquisa em blogs: Muitos blogs copiam e colam artigos completos de sites de notícias. Neste caso, podemos usar:



Busca em blogs no Google. Motores de busca específicos, como Icerocket, também têm opções de busca para o Twitter e Facebook. Uma combinação dos três grupos de ferramentas pode ser usado em tempo real na sequência de um evento ao vivo e, assim, identificando melhor a magnitude do evento. Aqui é um exemplo, que fornece uma análise das tendências para dar uma ideia melhor dos conteúdos populares entre a audiência 2.0.

Você usa estas ferramentas ou outras para ver o que acontece com seu artigo depois de ser publicado? Quais ferramentas ou sistemas funcionam melhor para você?

[Sandra Crucianelli, bolsista do Knight International Journalism Fellowship, é jornalista, pesquisadora e professora. Especializa-se em recursos digitais e jornalismo de dados e trabalha como consultora no jornal La Nación, da Argentina]

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.