Funai e NPD organizam, nesta segunda-feira, primeira exposição fotográfica sobre os índios Xavante, no Campus Araguaia

Evento
  
Agência Focaia
Redação
Nathália Cavalcante


    Foto: Divulgação
Cartaz de divulgação da Exposição Fotográfica sobre o povo Xavante.

O Núcleo de Produção Digital (NDP) em parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai) realizam, nesta segunda-feira (16), à partir das 19h, no Espaço de Vivência da UFMT Araguaia, em Barra do Garças (MT), a primeira exposição fotográfica sobre o povo Xavante. Além das fotografias, o evento terá na terça-feira (17), o Workshop Visualidades: Antropologia Visual em Foco, que começará às 14h, com certificado para os acadêmicos.

O trabalho fotográfico intitulado Höimanadzé duré uiwede – Cultura e Buriti (foto abaixo), é da jornalista e fotógrafa documental Ana Caroline de Lima. As imagens foram produzidas na aldeia Ripá, localizada na terra indígena Pimentel Barbosa, cerca de 356 Km de Barra do Garças.

Foto: Divulgação
A Jornalista, em sua carreira profissional, conviveu com povos como os Rajasthani da Índia, os Quechua do Equador e Peru, Black H’Mong no Vietnã, Intha e Chin no Myanmar, além de comunidades indígenas e campesinas no Brasil. Suas obras já foram expostas em lugares como o Getty Museum de Londres e o Museu Teutloff na Alemanha. Entre os clientes de Lima estão instituições como Getty Imagens, ONU e Care Inernational.

O objetivo da exposição, segundo organizadores do evento, é enriquecer e prestigiar o conhecimento sobre a cultura indígena, principalmente do povo Xavante, no Campus Araguaia.

A mostra fotográfica, depois da apresentação na UFMT/CUA, segue para a sede da Funai, localizada na Rua Coronel Cristino Cortes, onde o público poderá ter acesso na quinta (19) e sexta-feira (20).

Para mais informações da exposição na UFMT Araguaia, acesse aqui a página do evento. Para participar do Workshop basta enviar nome completo, curso e RGA para o email nucleodeproducaodigital@gmail.com

Comentários