Esporte Universitário

Agência Focaia
Reportagem
Letícia Leite

  Fotos: Divulgação 
                                                                                       Torcida da Pedreira em vento esportivo universitário.

As Associações Atléticas Acadêmicas (A.A.A´s) são organizações estudantis que tem como objetivo promover e coordenar a parte esportiva de cada universidade, promovendo treinos e campeonatos, tanto externos quanto internos em diversas modalidades esportivas. Também é de responsabilidade destas organizações a integração e interação dos alunos de cada universidade, organizando eventos, atuando na confecção e comercialização de produtos do seu curso entre outros. Atualmente, na Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Araguaia, existem 16 cursos de graduação, e aproximadamente 12 atléticas. Uma das existentes no campus é a Pedreira, do curso de Engenharia Civil, que teve início no ano de 2010.

História

A associação Atlética Acadêmica Leandro Neves Duarte, a Pedreira, é considerada uma das atléticas mais conhecidas na UFMT/CUA, ela tem como cores principais o azul e branco, e seu mascote é um javali. Existem cerca de 300 estudantes matriculados no curso de Engenharia Civil e a maioria participa efetivamente da atlética. Sua torcida, denominada “Inferno Azul”, está sempre presente nos jogos em que a atlética participa, sendo uma das mais agitadas.

A atual presidente da atlética, Julia Carrascoza nos informou que atualmente são praticados os seguintes esportes; handebol, futsal, vôlei e basquete, tênis de mesa, natação e atletismo (feminino e masculino); futebol society masculino; xadrez unissex.

Seus fundadores iniciais foram Jhonatan Freitas, Thiago Ferreira e Luciano Magni. O intuito, segundo o atual diretor de esportes, Cristian Cruz era e continua sendo “unir mais os alunos do curso, desestressar e tornar a vida universitária mais leve”, diz o estudante.

 Cheersleaders e Bateria

As Pedritas posam para foto de divulgação

Existem dois departamentos dentro da Atlética para incluir também alunos que não tem interesse em praticar esportes de forma direta: as cheerleaders (animadoras de torcida), chamadas de “Pedritas”, e também a “Bateria Betonada”. Comandadas pelo coreógrafo Matheus Fernandes, as cheerleaders fazem coreografias com elementos de ginástica, seu objetivo é animar os torcedores e jogadores da atlética durante os jogos. A maioria são mulheres, porém os homens também participam.

Já a bateria (ao lado) é uma espécie de orquestra com instrumentos de percussão. A Betonada foi criada também em 2010 como uma forma de alavancar a Atlética e alegrar os jogos. Julia Carrascoza diz que "a bateria funciona como um departamento, então mesmo se não houver apresentações, a bateria ensaia toda a semana."

Curiosidade: Existem os gritos de guerra utilizados nos jogos como: “A Betonada não pode parar!”; “Vem com a pedreira”; “Vem com o inferno azul.”

Jogos e o lado social

A Pedreira costuma participar de três jogos ao longo do ano: O Intercurso, evento pelo qual todas as atléticas do Campus Araguaia disputam entre si; o Super Clássico entre a Atlética de Direito (Suprema) e a Pedreira; e o Torneio Regional Intercivil, que é um torneio entre cursos de Engenharia Civil de algumas Universidades do Centro-Oeste, que acontece na cidade de Goiânia.

A Pedreira também tem projetos de caridade como a Campanha do Agasalho para Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), e também recolheu alimentos na Gincana dos Calouros de 2016 com objetivo de doar à associação.

A atlética é uma instituição sem fins lucrativos, porém, há vantagens para quem participa. Sendo associado à Pedreira existe desconto em papelarias, autoescola, restaurantes, dentista, loja de suplementos, produtos naturais, academia entre outros.

Por enquanto, para se associar à atlética não é necessário pagar nenhuma taxa. Porém, de acordo com a presidente, até o fim do mês de julho, para se associar será necessária a taxa de R$ 30 por semestre + 10 R$ para a carteirinha.

Festas da Pedreira

A Pedreira também é conhecida por suas festas e costuma fazer parcerias com outras atléticas. Há algum tempo houve o “Arraiá”, que era uma espécie de festa junina onde a Atlética Pedreira, a da Enfermagem (Hipertensão), Agronomia (Tatugirando) e a República Estudantil Vegas fizeram parceria e aproximadamente 500 pessoas participaram do evento. Amanhã (8), acontece o “Luau - Aloha”, no Caribe Beach (a partir das 22h), que promete ser uma festa alternativa com música popular brasileira, música eletrônica entre outros, o ingresso custa R$ 20 feminino e R$ 25 masculino. 


Esta é a primeira reportagem de uma série que a Agência Focaia irá fazer a respeito das atléticas do campus Araguaia.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.