Transporte Universitário

Agência Focaia
Redação
Vasco Aguiar

     Foto: Vasco Aguiar
   Estudantes da UFMT Araguaia durante embarque no "Arroz", na Unidade de Barra do Garças.

A Comissão de Luta pela Permanência, Ampliação e Melhoria do Transporte Universitário, formada por acadêmicos da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Araguaia, foi informada pela prefeitura do campus que, a partir de amanhã (07), os ônibus universitários passarão a circular apenas com a capacidade limite de cada veículo. Os dois ônibus que fazem o percurso entre as duas unidades do campus, nas cidades de Barra do Garças e Pontal do Araguaia, só poderão viajar com 66 passageiros no ônibus conhecido pelos estudantes como pequi e 46 no veículo chamado de arroz, com todos sentados.

Membro da comissão de estudantes e acadêmica do curso de Direito, Karen Ferreira esclarece que entrará em vigor o acordo que já existe, no entanto não vinha sendo cumprido pelos alunos que utilizam os ônibus universitários. “No semestre passado foi feito acordo entre a pró-reitoria e a comissão para que os ônibus continuassem circulando, porém sem superlotação”. Segundo a estudante, os ônibus continuam saindo com lotação acima do que suporta.

Em contato com a prefeitura da UFMT, Campus Araguaia, o órgão informou que para esta sexta-feira existe uma determinação aos motoristas, segundo a qual eles deverão seguir a regra de transportar somente a capacidade limite em cada veículo. Portanto, aos alunos cabem se organizar para que todos os que realmente necessitem consiga embarca nos ônibus.

Desta forma, para que os estudantes continuem a ter o transporte universitário gratuito entre as unidades será preciso, segundo Karen, “haver conscientização no uso dos ônibus pelos alunos. Essa é uma conquista que não podemos perder”. Ela lembra que para não existir o corte do transporte, a superlotação deve deixar de existir. Ferreira também enfatiza que após atingir a lotação máxima, os ônibus não vão parar nos outros pontos e se, mesmo assim, os estudantes insistirem em entrar, o motorista não irá sair do local.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.