Por Miguel do Rosário

joserobertomarinho famiglia
José Roberto Marinho, de óculos escuros. Atrás, Ali Kamel.

Para abafar o mero debate sobre regulação econômica da mídia, uma bandeira repetida pela presidenta Dilma em sua campanha, a Globo começou uma campanha de mentiras.
Nada que a gente já não conheça. Ela só aumentou de intensidade, e vem articulada com um grande esforço para manipular o PMDB.

Na verdade, o próprio PMDB também parece estar manipulando a mídia, fazendo um jogo.
Tipo assim: alguns caciques do PMDB acertam em proteger a Globo, e a Globo passa a só falar bem deles, ou mesmo os protege, quando surgirem escândalos envolvendo seus nomes.
De certa forma, essa proteção já começou. Esse diretor da Transpetro, Sérgio Machado, que se afastou em virtude de denúncias de Paulo Roberto Costa, foi nomeado por Renan Calheiros.

Mais ainda: Sergio Machado era líder do PSDB no Senado, durante o governo FHC, outro detalhe que a mídia trata com muita discrição. Saiu do PSDB e migrou para o PMDB para seguir Renan, seu guru.

Uma reportagem publicada ontem no Globo, sobre as articulações do PMDB para o novo governo, tinha como objetivo principal contar mentiras sobre a regulação da mídia.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.