Nós, reunidos no 36° Congresso Nacional dos Jornalistas, saudamos a partir de Maceió, Alagoas, toda a categoria pelo dia 7 de abril, Dia Nacional do Jornalista.

A data é celebrada em um período especialmente conturbado para a profissão. Constatamos a falta de compromisso do governo brasileiro que chega ao final de mais um mandato apostando na aliança com o setor de telecomunicações e abrindo mão de implementar políticas públicas a partir de propostas construídas no processo democrático da 1ª Conferência Nacional de Comunicação. Assistimos a perigosa, porém crescente, fragilização do papel da mediação, valor tão caro à democracia moderna, como um processo de retrocesso político no país.

Testemunhamos as agressões à jornalistas evoluírem até seu ponto máximo no assassinato do repórter cinematográfico da TV Bandeirantes Santiago Andrade. Mas a cada golpe contra os jornalistas, o jornalismo e a democracia na comunicação no país, nossa resposta tem sido a luta.

Apontamos para a unidade da categoria na luta contra a violência, por melhores condições de trabalho, por mais regulamentação profissional e pelo aprofundamento dos valores democráticos na sociedade brasileira, como a principal forma de transformar essa realidade.

Por fim, convocamos todos os colegas que ainda não se somaram aos quadros da organização sindical da categoria a aproveitarem o Dia Nacional do Jornalista para fazê-lo.

Viva o Dia Nacional dos Jornalistas Brasileiros!

Fonte Fenaj

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.