Capes aprova primeiro Doutorado em Jornalismo do Brasil


A partir de 2014, o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) da Universidade Federal de Santa Catarina vai oferecer, além de seu mestrado, o primeiro doutorado com área de concentração em Jornalismo do país. A recente aprovação pelo Conselho Técnico-Científico de Ensino Superior (CTC) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) está sendo bastante comemorada por profissionais e acadêmicos.

Tão logo foi anunciada, a informação ganhou rápida repercussão nas redes sociais. “A aprovação da Capes sinaliza que temos um programa consolidado, o que reconhece o trabalho dos corpos técnico, discente e docente do POSJOR desde o seu surgimento em 2007″, comentou o coordenador do POSJOR/UFSC, Rogério Christofoletti, no site do programa.

Para o presidente da Fenaj, Celso Schröder, a aprovação do primeiro doutorado em Jornalismo do Brasil merece muita comemoração. “É mais um importante reconhecimento das especificidades do Jornalismo na área das ciências aplicadas a ser saudado não só pelos profissionais e entidades do campo acadêmico, como também pelo movimento sindical dos jornalistas”, disse. E esta importante conquista do Posjor/UFSC “é mais um estímulo para a luta que travamos pelo retorno da exigência do diploma na graduação como requisito e valorização da profissão de jornalista”, completou.

Apresentada em maio passado, a proposta da UFSC foi aprovada na última reunião de 2013 da CTC. O doutorado em Jornalismo terá duas linhas de pesquisa: “Jornalismo, Cultura e Sociedade” e “Tecnologias, Linguagens e Inovação em Jornalismo”. Deve iniciar suas atividades letivas em agosto de 2014, com disponibilização inicial de oito vagas. O lançamento do edital público está previsto para março e o processo seletivo será no primeiro semestre do ano.


0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.