Publicação resultante de cooperação entre EBC e UnB será distribuída no 11.o Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo

Um dos resultados das atividades desenvolvidas em parceria por ouvintes e profissionais da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) com professores e estudantes da Universidade de Brasília (UnB), o livro "Comunicação Pública em Debate: Ouvidoria e Rádio" vai ser distribuído gratuitamente aos participantes do 11.o Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, que acontece em Brasília de 7 a 9/11.

A publicação, organizada pelos professores Fernando Oliveira Paulino e Luiz Martins da Silva, acaba de ser lançada pela Editora Universidade de Brasília e estará presente na sessão de apresentação de livros programada para hoje, 8/11, às 20h, no Programa de Pós-Graduação, subsolo da Faculdade de Comunicação da UnB.

Interessados em levar edições para depositar na biblioteca de sua faculdade ou universidade poderão receber exemplares na sessão de apresentação de livros ou através de pedidos encaminhados ao email fac@unb.br

Entre 2008 e 2012, a Ouvidoria da EBC contou com a participação de universitários no acompanhamento e no diálogo da programação transmitida por emissoras públicas de rádio (Nacional de Brasília AM e FM, Nacional do Rio de Janeiro, Nacional da Amazônia, MEC AM, MEC FM e MEC Brasília).

Para isso, a equipe levou em conta a observância dos princípios e objetivos dos serviços de radiodifusão definidos pela Constituição Federal, pela legislação e por acordos dos quais o Brasil é signatário, a exemplo da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Os universitários também tiveram a oportunidade de examinar manifestações dos ouvintes, fundar e produzir mais de 250 edições do programa Rádio em Debate, levado ao ar sem interrupções durante 175 semanas.
Diariamente, a equipe universitária acompanhou o conteúdo veiculado por meio de amostra rotativa da programação das emissoras da EBC.

O monitoramento foi realizado por meio de diálogo com os ouvintes que contatam a Ouvidoria através de carta, email, telefone ou pessoalmente. Também foi fundamental desenvolver parceria com a equipe da Central do Ouvinte (Nacional de Brasília) e da Central de Atendimento ao Ouvinte (CAO) da Rádio MEC. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.