SBPJor 10 anos terá lançamento de livro sobre jornalismo literário

Resultado de sua tese defendida no Programa de Pós-graduação em Comunicação da UnB, o pesquisador Rogério Borges lançará, na noite de autógrafos da SBPJor 10 anos, o livro Jornalismo literário: teoria e análise. O evento será organizado no subsolo da FAC/UnB, às 20h do dia 8 de novembro, integrando a programação do 11º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo.

Esta obra traz uma abordagem diferenciada sobre a produção informativa que se caracteriza por se aproximar do jornalismo tradicional e da literatura. No trabalho, defende-se a ideia de que uma análise pertinente e aprofundada do Jornalismo Literário só é possível se houver o reconhecimento de que ele se configura num discurso informativo autônomo, com características próprias que o diferenciam dos demais. Para isso, o autor percorreu três linhas teóricas seminais: a Teoria Construcionista da Notícia, a Análise do Discurso da Escola Francesa (AD) e as teorias literárias do pensador russo Mikhail Bakthin. A partir desse tripé teórico, é apresentada uma proposta teórica e epistemológica do Jornalismo Literário, em que vários conceitos são debatidos na busca de uma leitura mais clara e menos estereotipada de tal produção. A obra traz ainda várias análises de textos do Jornalismo Literário, em que as questões teóricas levantadas são confrontadas na produção prática deste discurso.


Público e imprensa são temas de livro internacional na SBPJor 10 anos

A noite de lançamentos da SBPJor 10 anos contará com o lançamento de uma obra internacional – La prensa online y su público. Un estudio de los espacios de intervención y participación del lector en Clarín y La Nación, de autoria de Natalia Raimondo Anselmino, da Argentina. Em sua primeira edição, a publicação vai integrar a Sessão de Lançamentos do 11º Encontro, que será realizada no dia 8 de novembro, às 20h, na UnB.

O livro reúne os principais resultados da investigação realizada pela autora em seu Doutorado em Comunicação Social na Universidad Nacional de Rosario. De acordo com Luis Baggiolini, a pesquisa é fruto de uma inquietude que atravessa todos os conceitos, todas as teorias e todas as certezas que durante anos foram baseando os estudos da mídia: noções como audiência, mídia massiva, leitores que perderam precisão, limites que se confundiram e que é preciso colocá-los à prova, tensioná-los, redefini-los. A obra vai além do campo acadêmico por transitar no acelerado e contínuo fluxo tecnológico, que modificam os hábitos de leitura e as fontes de informação. 

Mais informações podem ser acessadas em http://www.editorialteseo.com/archivos/7358.


Livro sobre assessoria de comunicação será lançado no dia 8

A Sessão de Lançamentos da SBPJor 10 anos terá a obra Assessoria de Comunicação & Marketing, organizada por Simone Antoniaci Tuzzo e Ana Carolina Rocha Pessôa Temer, entre as que fazem parte da noite de autógrafos do 11º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. A Sessão será realizada no dia 8 de novembro, às 20h, na UnB, Campus Darcy Ribeiro.

A publicação engloba 11 artigos produzidos por professores do Curso de Especialização em Assessoria de Comunicação e Marketing do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Goiás, além de professores convidados. Segundo as organizadoras, os textos apresentados neste livro são exemplares, pois “representam o resultado das muitas reflexões, estudos e pesquisas necessários para a construção das aulas, disciplinas e conteúdos do curso”.
Mais informações aqui.


Crônicas de uma cidade onde o possível esquece de acontecer

“PG de A a Z & outras crônicas” (Todapalavra Editora, 2013) é o livro de estreia de Ben-Hur Demeneck. A obra reinventa a cidade de Ponta Grossa (PR) a partir do olhar jornalístico e da escrita literária e cria um livro-alfabeto. Além da crônica-título, apresenta 26 crônicas, tal como 26 são as letras. Para A, há a crônica “A árvore que dobrou a esquina”; em C, “Churros no plural”; e em S, “Sex and the PG City”.

O livro conta histórias pouco conhecidas e muito interessantes, como a da vez em que o escritor Paulo Coelho ficou “hospedado” no 13º BIB, durante os anos de chumbo. Ou o caso do cemitério das 10 mil cruzes sem identificação, a Praça dos Aposentados – na qual nunca se viu um homenageado dando milho aos pombos -, e a oficina de afinação de gaitas à beira da BR-376. Além de narrativas e lirismo, a obra aponta também para tendências do gênero. Caso da letra “O”, a “Orçamento da cultura”, que é uma crônica-formulário.

PG de A a Z é um lançamento da Todapalavra Editora, com direção de Hein “Jacu Rabudo” Bowles, ilustrado com fotos de Alceu Bortolanza e concepção gráfica de Elisson “Bilo” Cruz. Tem o prefácio assinado pela cronista catarinense Regina Carvalho e a orelha pelo publicitário Elias Lascoski.
Se você gosta de crônicas e de perambular por cidades, vai gostar do conteúdo e do formato do “PG de A a Z & outras crônicas”. Para saber o que Ben-Hur Demeneck considera crônica, leia “A crônica nossa de cada dia”, matéria publicada no portal Saraiva Conteúdo http://bit.ly/1iorwxu . Visite a fan page: http://www.facebook.com/pgdeaaz e informações complementares na página da Editora em http://bit.ly/pgdeaaz3 . Preço de capa R$ 30,00.

Ben-Hur Demeneck é jornalista formado pela UEPG e doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP. No campo acadêmico, sua dissertação de mestrado pela UFSC recebeu o Prêmio Adelmo Genro Filho, em 2010, da SBPJor. Escreve crônicas regularmente para imprensa paranaense desde 2005.
Leia a resenha do livro feita pelo jornalista Felipe Lenhart, especialmente para o encontro da SBPJor aqui.
Assista ao book trailer aqui.


Obra sobre Semiótica em Comunicação integra Sessão de Lançamentos

As reflexões oriundas das pesquisas realizadas pelo Núcleo de Estudos de Semiótica em Comunicação (Nesecom) da UnB, reunidas na publicação Processos semióticos em Comunicação, vão integrar a Sessão de Lançamentos da SBPJor 10 anos. No dia 8 de novembro, às 20h, o organizador da obra Pedro Russi e demais autores participarão da noite de autógrafos, no Campus Darcy Ribeiro, da UnB.

De acordo com Fernando Andacht, que assina o prólogo, a proposta da obra é buscar possíveis respostas para provocar novas dúvidas que se expandem com as anteriores e com outras que ainda não foram pensadas em relação aos significados e conhecimentos suscitados pela pesquisa na á­­rea da Semiótica em Comunicação; a fim de “avançar nas diversas dinâmicas da relação potencial entre as duas áreas de conhecimento”.

Mais informações podem ser consultadas aqui.


Noite de autógrafos terá livro sobre perfil do jornalista brasileiro

Os pesquisadores Jacques Mick e Samuel Lima lançarão, no próximo dia 8 de novembro, a obra Perfil do jornalista brasileiro: características demográficas, políticas e do trabalho jornalístico em 2012. Apoiada pela SBPJor e pelo FNPJ, a obra reúne os dados coletados por uma pesquisa que ouviu mais de 2.700 profissionais de todos os estados do país, além de outros do exterior. Foram sistematizadas as respostas sobre características demográficas, políticas e do trabalho jornalístico, obtidas por meio de enquete em rede, telefone e e-mail.

A pesquisa foi realizada pelo Núcleo de Estudos sobre Transformações no Mundo do Trabalho (TMT), do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em parceria com a Federação nacional dos Jornalistas (Fenaj). O objetivo principal do projeto é contribuir com uma série de investigações que têm estimulado novas percepções sobre a identidade profissional dos jornalistas no país, permitindo a revisão de teses sobre a categoria formuladas nas últimas décadas.
Mais informações sobre o projeto podem ser consultadas em www.perfildojornalista.ufsc.br e, sobre o livro, emhttp://www.insular.com.br/product_info.php/cPath/23/products_id/780.


Pesquisadores lançam livro sobre trabalho dos jornalistas

Os pesquisadores Roseli Figaro, Claudia Nonato e Rafael Grohmann vão lançar, na noite de autógrafos da SBPJor 10 anos, o livro As mudanças no mundo do trabalho dos jornalistas. Fruto de uma pesquisa de mais de três anos, realizada na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), a obra tem o objetivo de “verificar as mudanças no perfil do profissional jornalista e no modo de organização do trabalho dele, visto as relevantes transformações ocorridas no panorama dos meios de comunicação, por meio das tecnologias e da cultura da convergência midiática”.

A publicação aponta para uma série de transformações ocorridas nas rotinas produtivas do jornalismo, que dentre outras causas, foram decorrentes da compressão do tempo e do espaço, em função das novas possibilidades das tecnologias de comunicação e de informação. Para os autores, essa compressão foi assimilada nos processos de produção, de modo a reduzir o tempo para a reflexão, a apuração e a pesquisa no trabalho jornalístico. Além disso, o livro pretende responder às seguintes questões: o que tudo isso representa em termos de mudanças no perfil do profissional e nas formas de relação com o trabalho? Como a vida desse trabalhador se organiza no trabalho? O que ele pensa sobre o próprio trabalho e sobre o jornalismo?

“As mudanças no mundo do trabalho dos jornalistas” estará disponível na Sessão de Lançamentos da SBPJor 10 anos, que ocorrerá no dia 8 de novembro, às 20h, na UnB. Mais informações estão disponíveis emhttp://atlas.com.br/hotsite/promoebooks/ ou em www.eca.usp.br/comunicacaoetrabalho.


Pesquisadora publica romance que aborda ensino da Comunicação

A professora Monica Martinez vai lançar, na noite de autógrafos da SBPJor 10 anos, seu primeiro romance, Professor de ilusões, que tem como pano de fundo da história o ensino superior em Comunicação. A professora do mestrado em Comunicação e Cultura da Uniso (SP) narra o caso do personagem Sidney, um professor universitário de 44 anos de idade que, em crise, passa a refletir sobre sua própria existência e sobre os limites e os paradoxos de sua profissão. O personagem decide, então, se reinventar e se torna um escritor. Para conhecer os detalhes e a continuidade dessa história, os participantes do 11º Encontro da SBPJor poderão conversar com a autora, que vai ainda autografar a obra no dia 8 de novembro, às 20h, no Campus Darcy Ribeiro da UnB. Outras informações aqui.



0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.