A diretoria do Sindicato dos Jornalistas do DF - SJDF se reuniu com o Coordenador de Comunicação da Câmara Legislativa do DF, Francisco Câmpera, para discutir a implantação da TV Legislativa, desativada há cerca de três anos. Ele afirmou que há uma determinação para colocar a emissora em funcionamento.
A intenção da CLDF é realizar um concurso para garantir uma equipe de comunicação para a TV. “Queremos que 70% dos funcionários sejam da casa, além de garantirmos também que a maior parte dos equipamentos seja da CLDF. O restante será terceirizado”, afirmou Câmpera.
Mas como a ideia é colocar o projeto para funcionar no curto prazo, enquanto o concurso não for realizado, o órgão fará um primeiro contrato de gestão com uma fundação. A intenção será disponibilizar o canal na NEt e construir uma parceria com o GDF para a implantação do Canal da Cidadania.

Os diretores do SJPDF reforçaram a importância de os jornalistas da emissora sejam do quadro de modo a assegurar o caráter perene da TV. “Vamos levar junto ao presidente da casa, deputado Wasny de Roure (PT) e a outros deputados o pleito da realização do concurso”, informou o presidente em exercício do Sindicato, Wanderley Pozzebom.

“Para construir uma comunicação pública forte, e para que o canal não seja desativado por uma próxima gestão, é fundamental que ele seja produzido pelo quadro”, defendeu o secretário-geral do SJPDF, Jonas Valente.

Segundo Câmpera, o veículo terá em sua programação a cobertura ao vivo das sessões plenárias e das comissões. “Também queremos ter um espaço reservado para a saúde e educação, que será elaborado juntamente o GDF e com organizações da sociedade civil, como a TV Comunitária”, ressaltou.
Fonte: SJPDF

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.