Vine, um novo aplicativo do Twitter, poderá se tornar a principal ferramenta para a divulgação de notícias nas redes sociais, segundo analista. Lançado em 24 de janeiro, o chamado "Instagram for video" permite aos usuários capturar vídeos de até seis segundos e compartilhar as imagens no Twittercapture six-second looping videos and share them on Twitter.

Os vídeos em baixa resolução são descritos como algo próximo a um GIF animado, com som ambiente. Os usuários apenas acessam o aplicativo, gravam o vídeo e o divulgam, sem opções de filtro ou edição de som.
O PandoDaily celebrou o potencial do Vine enquanto ferramenta para a prática e o consumo de jornalismo, argumentando que ele oferece aos jornalistas um poder maior para contar histórias nas plataformas digitais

Para Hamish McKenzie, a facilidade de uso é um grande trunfo. Em um momento em que os repórteres são levados a se transformarem em marcas individuais, McKenzie argumenta que o Vine poderá ajudar os jornalistas a construírem suas reputações.


video


Destacando um vídeo captura pelo Vine de um incêndio na cidade americana de São Francisco, Daniel Terdiman, do CNET, discutiu o potencial do aplicativo, imaginando que milhões de pessoas poderiam usar seus telefones para gravar e divulgar notícias de última hora

"E se a Primavera Árabe e o Furação Sandy tivessem sido acompanhados pelo Vine?", questionou Terdiman.

Jeff Sonderman, do Poynter, salientou, porém, que a natureza realista dos vídeos poderá impor dilemas éticos aos repórteres, especialmente no caso de vídeos violentos.


0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.