Entre os convidados estão jornalistas de Cuiabá, professores e
 profissionais formados pela instituição


Na próxima quarta-feira (12) tem início o VII Colóquio de Jornalismo da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat)\campus de Alto Araguaia, com a presença de jornalistas de Cuiabá, professores e profissionais formados pela instituição. O tema desta edição é “Jornalismo e Regionalidade” e o evento se estende até 14 de junho. À noite ocorrem palestras e à tarde oficinas na área de comunicação. O queijo cabacinha, típico na região do Araguaia, sintetiza a proposta estética do colóquio e compõe seu material de divulgação.

Professor Gibram: tema é jornalismo e regionalidade
Programação
Na noite de abertura o editor do caderno de “Cultura” do jornal “Diário de Cuiabá”,Lorenzo Falcão, e o assessor de comunicação da prefeitura de Cuiabá, Tchélo Figueiredo, participam do painel “Prazeres e desventuras de fazer jornalismo em Mato Grosso”.  A programação noturna começa às 19h e todas as palestras serão seguidas de debates.

Na quinta-feira (13) ocorre o lançamento de um livro digital e da revista científica do grupo de pesquisa “Comunicação, Cultura e Sociedade”, formado por professores do curso de Comunicação Social (habilitação Jornalismo) da Unemat\Alto Araguaia. Em seguida será realizada uma mesa-redonda reunindo ex-acadêmicos do curso para debater a prática do jornalismo em cidades do interior e suas trajetórias para a conquista do primeiro emprego na área. Vão participar da atividade o editor do “Jornal da Aurora”, da Rádio Aurora FM (Alto Araguaia), Renato Rezende, o assessor de comunicação da prefeitura da cidade, Marcos Cardial, e o professor do Senac\Rondonópolis na área de Comunicação, Cayron Henrique Fraga.

No encerramento do evento (sexta, 14) haverá uma palestra sobre a história do jornalismo em Mato Grosso com a jornalista e professora doutora do curso de Comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)\campus de Cuiabá, Marluce Scaloppe. Nascida em Alto Araguaia, a docente vai discorrer a respeito da evolução da profissão no estado e das trajetórias de alguns veículos de comunicação emblemáticos no cenário regional.

Logo após, ocorrerá uma discussão sobre “Direito, política e comunicação”, com o procurador de justiça de Defesa do Meio Ambiente e da Ordem Urbanística do Estado de Mato Grosso, Luiz Alberto Esteves Scaloppe, e o promotor de justiça Criminal da Comarca de Alto Araguaia, Marcio Florestan Berestinas. A Proposta de Emenda à Constituição 37, que diminui o poder de investigação do Ministério Público, é tema certo na exposição. Mais

Foto: Marcos Cardial

MAIS INFORMAÇÕES
Carmem Amorim (66 9696-3288 e carmem.amorim@gmail)
Professor Iuri Gomes (i_b_gomes@hotmail.com)
Professor Eduardo Medeiros (du_medeiros@msn.com)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.