Cultura 

Agência Focaia
Reportagem
Vasco Aguiar

O grupo de pesquisas "Africanidade e Descolonização" da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário do Araguaia, realiza hoje (5), às 19h no Auditório da UFMT, Unidade II (Sala 224) uma Mesa Redonda sobre “Cultura e Literatura da negritude na região Centro-Norte do Brasil”. O evento faz parte de atividades acadêmicas do curso de Letras, aberto a todos os estudantes da universidade e à comunidade em geral.

    Foto: wordpress/literatura


Os participantes da mesa serão os professores Claudio Dias, do Instituto Federal de Mato Grosso, Campus de Pontes e Lacerda e Célia Maria Domingues da Rocha Reis, docente da UFMT, Campus de Cuiabá. Dias deverá abordar sobre as manifestações musicais das Comunidades Quilombolas do Estado do Amazonas e Reis, com discussões em torno das imagens afro-mato-grossenses na poesia de Marilza Ribeiro.

O encontro que faz parte do encerramento do “Ciclo de Palestras em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa”, iniciado em julho de 2016, no encontro desta segunda-feira será precedido por um recital do grupo de declamadores de poemas “Vozes do Cerrado”. O recital será dividido em duas partes, a primeira será feita por membros do atual grupo e a segunda pelos primeiros declamadores, resultando em um encontro de gerações.

O negro na região Centro-Norte

Para Marinete Luzia Francisca de Souza, organizadora do evento, docente e coordenadora do Programa de Pós-graduação em Estudos de Linguagens da UFMT Araguaia, “a africanidade é um tema pouco discutido nesta parte do país, contudo o negro tem uma presença muito forte na região Centro-Norte, contando com muitas comunidades quilombolas”. Segundo Souza “a comunidade de Mata Cavalos, maior comunidade quilombola em extensão territorial, está localizada em Mato Grosso. A antiga capital do estado, Vila Bela da Santíssima Trindade é uma cidade negra”, por isso, ela ressalta a importância de discutir a representatividade negra no Centro-Norte.

A professora ainda destaca que “na Literatura, os negros são quase uma ausência na região, pois, as circunstâncias históricas fizeram com que sejam pouco escolarizados, ainda assim é necessário resgatar os que se dedicaram a escrever, mesmo com a infinidade de obstáculos”, finaliza.


Programação

Evento: Mesa-redonda 
Título: Cultura e Literatura da negritude na região Centro-Norte do Brasil
Local: Sala 224/Unidade II/Campus Universitário do Araguaia
Data: 05/12/2016 (segunda-feira) 
Horário: das 19:00 às 22:30
Responsável: Profa. Dra. Marinete Luzia Francisca de Souza

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.