Evento Cultural

Agência Focaia
Karin Sampaio

O Núcleo de Produção Digital (NPD) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus Universitário do Araguaia (CUA), realiza nesta quinta-feira (21), colóquio sobre a história e a cultura dos povos Xavante, cujo tema é: "Narrativas e Territórios - Dialogando com o povo Xavante". O colóquio tem a intenção de fomentar a discussão sobre os povos indígenas no espaço universitário com abertura de diálogo e debates no que diz respeito às questões que são fundamentais na relação com esses povos. 

Para realizar o debate, foram convidados: Gaspar Waradzeré (Liderança Xavante e Coordenador da Escola Indígena Namunkurá), a bióloga Maíra Taquiguthi Ribeiro (Indigenista na Funai, atuando junto às comunidades Xavante na Coordenação Técnica Local de Nova Xavantina-MT) e o Professor Me. Magno Silvestri (Graduado em História e Geografia e doutorando em Geografia, na linha de pesquisa Ordenamento Territorial). O mediador do debate será o Professor Me. Gilson Costa que é o coordenador do NPD.

Segundo Costa, "há aproximadamente dois anos o NPD e o projeto de extensão da UFMT, Cine Roncador, vêm desenvolvendo ações com os povos indígenas da região. À medida que a relação com os eles foi sendo amadurecida, verificamos a necessidade de trazer o debate para o campo acadêmico e consolidar as ações realizadas pelos projetos".



Documentário

O projeto, realizado pelo NPD, com o nome “Xavante: Memória, Cultura e Resistência”, foi vencedor do edital lançado pela Secretaria de Cultura do Estado de Mato Grosso (SEC). e contempla, além do colóquio, a realização do documentário que leva o nome do projeto e que será lançado no mesmo dia do debate.

No documentário são retratados dois rituais que demarcam a cultura Xavante. O primeiro ritual é o de iniciação do jovem índio na vida adulta e o segundo, a iniciação do jovem índio na vida religiosa, rituais que demarcam a resistência e autoafirmação desses povos.

Costa ainda afirma que “o preconceito com o não índio vem do desconhecimento da outra cultura” e o documentário tem a intenção de apresentar traços da cultura indígena e assim combater o preconceito por eles sofrido.

O evento acontecerá às 19h30, no cinema da UFMT/Unidade II. A entrada é gratuita e aberta a toda comunidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.