Viagem e conhecimento

Agência Focaia
Karin Sampaio


Durante a última semana, os acadêmicos do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus Universitário do Araguaia (CUA), realizaram atividade de campo em Brasília, coordenada pelo professor Jorge Arlan de Oliveira Pereira, objetivando conhecer os veículos de comunicação da capital federal e a sua rotina jornalística. Os alunos saíram da cidade de Barra do Garças (MT) na terça-feira (28) e retornaram três dias depois, na sexta-feira (1º).

Segundo Arlan havia um desejo antigo de levar os estudantes do Araguaia para esta viagem, que vinha de uma experiência anterior. “O que me move é isso, ir ao encontro de outras realidades que dizem respeito sobre algo que nos interessa”, avalia. O docente acrescenta que na viagem os estudantes podem analisar com mais profundidade o campo da comunicação e do jornalismo.

Para o acadêmico Kayc Pereira Alves, “com a visita, aos veículos públicos e estatais de comunicação, tivemos a oportunidade de conhecer realidades da profissão que não conhecíamos”, de modo a ampliar sua visão sobre o trabalho dos profissionais de imprensa no dia a dia das redações jornalísticas.

Foto: STJ Notícias
 Universitários do curso de Jornalismo da UFMT no estúdio do STJ Notícias durante viagem acadêmica

No roteiro estudantil, já no primeiro dia, realizaram visitas à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), à TV Justiça e aos laboratórios da Universidade de Brasília (UNB), onde foram acompanhados por profissionais da área, professores e alunos. Chamaram a atenção dos visitantes a estrutura das Empresas Juniores da universidade, com produções jornalísticas seguindo a rotina das grandes empresas de comunicação.

No segundo dia os acadêmicos, ainda pela manhã conheceram a TV Câmara; e, à tarde participaram de um colóquio com professores da UNB. Na discussão, o tema “Comunicação, Jornalismo e Direitos Humanos: espaço público e democracia”.

De acordo com Arlan “são as grandes temáticas que têm me orientado, me preocupado, me movido, seja profissionalmente, seja individualmente, seja politicamente e culturalmente. Daria para dizer que elas sintetizam as minhas preocupações”. Antes de encerrar a maratona de visitas,  os universitários conheceram os laboratórios da Faculdade de Comunicação (FAC) da UNB, sendo bem recebidos pelos colegas, estudantes de Comunicação.

Já caminhando para o final das atividades de campo, os estudantes visitaram a TV Senado, onde conheceram o plenário, a biblioteca do Senado e as instalações da rádio e televisão públicas. 

Finalmente, como última parada, o Museu da Imprensa. Lá os futuros jornalistas tiveram contato com a história do surgimento das comunicações no Brasil e no mundo. Depois de tudo isso, o único caminho é o retorno para casa, trazendo na bagagem mais conhecimento e experiências sobre o Jornalismo.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.