Gazeta(Cuiabá) 

Vinícius Bruno

Azul-aviaoGoverno de Mato Grosso assinou nesta sexta-feira (17), em Barueri (SP), um protocolo de intenções com a Azul Linhas Aéreas para estudar a viabilidade de implantação de voo internacional partindo do aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, com destino em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Também foi assinado outro protocolo para a ampliação da malha aérea regional, com a criação de uma linha regular entre Cuiabá e Barra do Garças (a 509 km da Capital), garantindo dessa forma maior participação da empresa no programa Voe MT
[programa do governo que prevê incentivos aos voos regionais, com a redução do ICMS sobre o querosene].

A reunião, com a participação do governador Pedro Taques (PSDB) e do secretário-adjunto de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Luís Carlos Nigro, foi realizada com o presidente da Azul, José Mário Caprioli, o diretor de Planejamento da Azul Viagens, Marcelo Bento, e o presidente executivo da empresa, Antonoaldo Neves, na sede da empresa.

O terminal aeroportuário em Cuiabá já está habilitado para voos internacionais desde abril deste ano, mas até o momento nenhuma empresa se habilitou para implantar voos para o exterior. No protocolo assinado nesta sexta-feira (17) fica estabelecido o estudo de viabilidade para a implantação dos voos, sendo que o passo seguinte depende da proposta por parte da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), assim como a aprovação do governo boliviano.

O governador Pedro Taques afirmou que a ligação com Santa Cruz de La Sierra é uma prioridade para Mato Grosso por razões estratégicas de fortalecimento da economia com o Departamento de Santa Cruz. 

Por sua vez, a Azul afirmou por meio de assessoria de imprensa que as conversas com o governo de Mato Grosso estão acontecendo, mas não há conclusões ou previsões sobre a oferta de voos entre Cuiabá e Santa Cruz. “A Azul reforça que sempre estuda ampliação de sua malha aérea, mas no momento não há novidades sobre tal rota”. 

Atualmente, a empresa opera em 5 destinos no Estado (Cuiabá, Sinop, Rondonópolis, Alta Floresta e Sorriso, a partir de segunda-feira, dia 20).

Para o consultor de viagens internacionais de uma empresa de turismo em Cuiabá, Ricardo Arruda, é importante a criação regular de voos internacionais a partir de Cuiabá, mas ainda falta planejamento turístico. Já o vice-presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens em Mato Grosso (Abav/MT), Helvécio Cunha Costa Garófalo, avalia que o Estado precisa resolver a questão estrutural do aeroporto para que as viagens internacionais sejam bem-sucedidas.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.