Estudo mostra que eles aprendem novas técnicas de busca de alimentos ao observar os outros de seu círculo social




Assimilar conhecimento e passá-lo adiante é uma das principais características culturais do homem. Por muito tempo, acreditou-se que essa era uma habilidade exclusiva da espécie. Contudo, há tempos, existe o debate se outros representantes do mundo animal compartilham essa aptidão, e estudos recentes têm demonstrado que, sim, de macacos a ratos, diversos outros seres aprendem e incorporam coisas novas frequentemente.


O estudo mais recente nesse campo foi publicado na edição desta semana da revista Nature. Pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, constataram que o chapim-real (Parus major), um pássaro selvagens bastante comum na Europa e na Ásia, aprende novas técnicas de busca de alimentos ao observar os outros de seu círculo social. O comportamento imitado é capaz, inclusive, de substituir métodos que eles tradicionalmente adotam. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.