O Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional brasileiro aprovou na segunda-feira, 4 de março, um pedido para que os parlamentares agilizem a votação do projeto de lei que federaliza as investigações de crimes contra jornalistas no país, informou a Folha de S. Paulo.
O projeto, de número 1.078/11, tramita no Congresso desde 2011, determina a participação da Polícia Federal nas investigações de crimes contra profissionais da imprensa. Segundo o site do Senado, parte dos membros do conselho quer que a lei também abarque crimes contra qualquer profissional da comunicação social, como blogueiros.
A proposta de maior abrangência da lei, bem como a rapidez da votação, é apoiada pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), informou o Uol. Já a Associação Nacional de Jornais (ANJ) vê o projeto com cautela: "A nossa visão é que a federalização não é necessariamente uma solução para o problema. O grande número de jornalistas assassinados está inserido em um problema maior, que é o da impunidade", afirmou disse o diretor executivo da organização, Ricardo Pedreira, também à Folha de S. Paulo.
Leia também

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.