LIBÉRATION: 40 anos de informação e rebeldia


"Na terça-feira, 12 de fevereiro, os jornais do mundo inteiro deram manchetes sobre a demissão, renúncia ou abdicação do Papa Bento XVI. O jornal Libération usou toda a primeira página de formato tabloide com uma única foto: o papa visto de costas, caminhando, mas de quem se percebe apenas uma batina branca a partir do joelho e os sapatos vermelhos. O título, “Papus interruptus”, remete à expressão “coito interrompido” (coitus interruptus), sempre usada em latim."

Trecho do artigo "40 anos de informação e rebeldia", de Leneide Duarte-Plon, sobre a cobertura do jornal Libération. Leia a íntegra.

Leia também: Papa renuncia em meio a acusações e contradições envolvendoa Igreja Católica

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.